EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

23 de Agosto de 2019

Peruíbe confirma segundo caso de sarampo no município

Segundo a Prefeitura, uma criança de três anos foi infectada pela doença

A Prefeitura de Peruíbe confirmou o segundo caso de sarampo no município. Uma criança de três anos foi infectada pela doença. No entanto, segundo a Administração Municipal, a paciente foi medicada no final de julho e já se encontra em casa.

A cidade possui 11 casos suspeitos, que ainda aguardam resultados de sorologia realizados pelo Instituto Adolfo Lutz.

A Prefeitura ainda informou que realiza a imunização de bebês entre zero e seis meses, seguindo uma recomendação do Ministério da Saúde. Na última segunda-feira (12), foram vacinadas 48 crianças. 

O primeiro caso da doença em Peruíbe foi registrado no último dia 7. Trata-se de uma mulher de 20 anos, que mora em São Paulo, mas foi ao Litoral Sul visitar os pais.

Surto na Baixada Santista

Santos, Praia Grande e Peruíbe estão na lista de 43 municípios em situação de surto ativo de sarampo no país, conforme o Ministério da Saúde. Assim, as crianças entre 6 meses e 1 ano que viajarem para essas cidades devem ser imunizadas contra a doença até 15 dias antes. Contudo, as prefeituras reclamam da falta de orientação em relação aos residentes dessa faixa etária na região.

Em resposta enviada para A Tribuna, o órgão federal informou apenas que os estados já foram notificados e eles ficarão responsáveis em informar os municípios. “As vacinas são enviadas mensalmente”, se limitou a dizer, sem informar se haverá reforço nas doses.

O Centro de Vigilância Epidemiológica (GVE) estadual, por sua vez, disse em nota que avalia o cenário epidemiológico das cidades com casos confirmados para definir as estratégias de imunização. “Serão solicitadas mais doses da vacina ao Ministério da Saúde, se necessário”.