EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

22 de Setembro de 2019

Um grande poema para Walt Whitman

Amoreira lança seu livro 'Walt Whitman, Meu Brother', na sexta-feira (6)

A paixão do escritor santista Flávio Viegas Amoreira pelo poeta e jornalista norte-americano Walt Whitman rendeu um longo poema. Agora, celebrando os 200 anos do autor, Amoreira lança o livro 'Walt Whitman, Meu Brother' (Imaginário Coletivo), que traz o poema na íntegra.

“Whitman é um ídolo pessoal desde minha adolescência, por representar tudo que prezo: o amor livre, a renúncia aos bens materiais e a ecologia. Ele foi o profeta dos beatniks, hippies e hipsters”, argumenta o escritor.

Uma das características principais da obra de Whitman é o verso livre. Não à toa, ele é considerado o pai dessa técnica. Amoreira também utiliza bastante esse recurso. Quem acompanha os seus textos no Blog n’Roll, da A Tribuna On-line, onde assina a coluna Poesia e Rock, percebe muito dessa influência.

“O verso livre é a radicalização da democracia literária, sem perder poder da erudição e da tradição dentro da vanguarda”.

Para o santista, a influência de Whitman vai muito mais além.“Ele é o pai espiritual de todos libertários, igualitários e anticonsumistas. É o pai espiritual de Rimbaud, Ginsberg, Leonard Cohen, Jim Morrison. Sem falar que é um patrono do ambientalismo, de hábitos e espírito”.

Em 'Walt Whitman, Meu Brother', Amoreira também reuniu um time de peso. O livro tem ilustrações inéditas de Fabrício Lopes, considerado um dos maiores xilogravuristas do Brasil, além de prefácios do filósofo Oswaldo Giacóia, maior autoridade em Nietzsche no País, além do compositor e poeta Tavinho Paes.

Enquanto prepara a divulgação do novo livro, o santista já sinaliza para outras três obras em breve. “Estou reunindo contos para um livro, ambientados em Sampa. Além disso, terei uma obra a partir das minhas oficinas literárias, com dicas e indicações para novos escritores de poesia e prosa”.

O terceiro projeto, previsto para até 2022, é uma biografia do maestro e amigo Gilberto Mendes.

Serviço: O lançamento do livro será sexta-feira (6), às 19h, na Estação da Cidadania (Av. Ana Costa, 340, em Santos. O evento contará ainda com a presença da cantora Alice Mesquita, que vai interpretar Bob Dylan e Joan Baez.