Santos Jazz Festival começa nesta sexta com formato diferente

Em virtude das regras impostas pela pandemia, os shows serão transmitidos pela internet

O jazz, junto com todas as suas vertentes e misturas com outros ritmos, está de volta no Santos Jazz Festival Live, que, a partir de sexta-feira, começa as suas apresentações. Mas este ano, em virtude das regras impostas pela pandemia, o evento ganha um formato diferente: os shows serão transmitidos pela internet, com um lineup reduzido e com foco nos artistas regionais. Das dez atrações previstas, oito são de músicos da Baixada Santista. 

“Resolvemos fazer agora uma edição basicamente ‘013’, valorizando e apoiando nossos artistas num momento tão difícil para as artes com todas as casas, espetáculos, shows e festivais cancelados ou transferidos”, explica o diretor de produção, Jamir Lopes. 

A abertura do evento, às 20 horas, será feita pela Frunk Quartet, composta pelos músicos Gab Veneziani (voz), Felipe Brito (guitarra), Danilo Oliveira (baixo) e Caio Simonian (bateria), que preparou uma homenagem à cantora Aretha Franklin. 

Na sequência, a cantora e apresentadora Sabrina Parlatore, acompanhada do violonista Sérgio Bello. “Nestes tempos de isolamento, vemos muitos festivais on-line de sertanejo, de samba, música mais popular. Quem gosta de jazz não tem muita opção. Fico feliz de participar de um evento que reúna música de altíssima qualidade”, conta ela, que fará o show da varanda de sua casa, em São Paulo. 
Para encerrar a primeira noite, a cantora Didi Gomes e Sambália Trio trazem para o público o repertório de Elis Regina. 

O festival segue até domingo e pode ser assistido pela página do Facebook e pelo canal do YouTube do festival @santosjazzfestivaloficial. A programação completa pode ser conferida no site

Ação social 

“Além de ajudar os artistas, que estão recebendo cachê, também abraçamos uma causa social importante. Durante as lives, será exibido um QR Code o público poderá fazer uma doação e colaborar com a Casa da Vó Benedita”, explica a diretora executiva do Santos Jazz Festival, Denise Covas. 

E a boa ação ainda será recompensada: cada R$ 10,00 doados dá direito a uma máscara facial criada para o evento por artistas urbanos santistas. São oito modelos feitos por Bomfim, Gabi Miranda, Prêo e Shesko.

Tudo sobre: