EDIÇÃO DIGITAL

Domingo

12 de Julho de 2020

Rita Lee diz que pandemia 'faz parte de um propósito divino para conscientizar a raça humana'

Para a cantora, é a humanidade que vem sendo o grande vírus

Reclusa em sua casa, no meio do mato, durante a quarentena, Rita Lee afirmou, em entrevista à Veja, que a pandemia "faz parte de um propósito divino para conscientizar a raça humana". Para a cantora, o grande vírus vem sendo a humanidade ultimamente.

"Sou parte de um grupo de risco saudável e esperançoso, por acreditar que esta pandemia faz parte de um propósito divino para conscientizar a raça humana a respeitar nossa Nave Mãe Terra de toda a destruição que vem sofrendo, em todas as suas formas de vida. E revelando que a humanidade, sim, é que tem sido o grande vírus", disse ela.

Rita ainda adicionou que sempre foi considerada "grupo de risco". "Desde que entrei para o mundo da música, fui a artista mais censurada na época da ditadura no país, por ser tida como uma mulher perigosa para os bons costumes da família brasileira".

A cantora entende que a ordem natural da vida é que pessoas mais velhas partam antes, mas fala que não precisava ser nesta "situação apocalíptica de fim do mundo, apavorando vovôs e vovós".

"Não vou morrer desse vírus voodoo e peço ao Universo que minha morte seja rápida e indolor, de preferência dormindo e sonhando que estou com minha família numa praia do Caribe", declarou Rita Lee.

*Com informações da Veja

Tudo sobre: