EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

14 de Agosto de 2020

Henrique e Juliano terão que pagar R$ 300 mil para família de funcionário que morreu em palco

Homem morreu no início de 2019 após sofrer uma descarga elétrica enquanto fazia reparos no palco que a dupla se apresentaria

A dupla Henrique e Juliano terá que pagar R$ 300 mil por danos morais à família do funcionário que morreu eletrocutado ao fazer reparos no palco onde os artistas se apresentariam. O incidente ocorreu no início de 2019, na cidade de Uberaba, em Minas Gerais. 

Além da indenização, ficou decidido em reunião nesta terça-feira (11), que os pais de Carlos Barbosa de Souza receberão pensão vitalícia de um salário mínimo. 

Segundo advogada da família, o valor acordado não foi o que eles esperavam, mas decidiu aceitar para evitar maiores desgastes. "Os dois já são idosos, estão cansados e sofreram muito com a perda do filho. Poderia ter sido mais justo o valor, mas tivemos que aceitar porque eles precisam descansar, precisam voltar pra casa". 

Entenda o Caso

Carlos morreu em fevereiro de 2019 após receber uma descarga elétrica enquanto fazia ajustes no palco onde Henrique e Juliano se apresentariam na cidade de Uberaba. Após o choque, o homem caiu de uma altura de 6 metros e teve uma parada cardíaca. 

Ele chegou a ser atendido pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), mas não resistiu e morreu no local. 

*Com informações do G1

Tudo sobre: