EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

10 de Julho de 2020

Chef Dario Costa, destaque no Mestre do Sabor, ensina receita que faz sucesso no seu restaurante

Na última semana, Dario e a mentora da sua equipe, Katia Barbosa, se desentenderam durante uma prova e o assunto repercutiu nas redes

O chef Dario Costa, que tem o restaurante Madê em Santos e mora em Guarujá, é um apaixonado pelo mar. Surfista, ele viajou o mundo atrás das ondas, mas acabou também com outra paixão: a cozinha. 

Foi trabalhar em restaurantes na Indonésia, Nova Zelândia, Itália e aprendeu a valorizar os ingredientes locais, o respeito ao pequeno produtor e às técnicas de preparo. 

Criativo e inquieto, tem feito sucesso nesta segunda edição do Mestre do Sabor, que vai ao ar às quintas à noite, na TV Tribuna/Rede Globo e está no Globoplay. Ele já teve seu prato escolhido o melhor por duas vezes seguidas, sendo muito elogiado e ganhando torcida Brasil afora. 

Dario já teve o prato escolhido como melhor duas vezes e bateu na trave na última semana, ficando como segundo melhor (reprodução tv)

POLÊMICA

Na última semana, teve um pequeno desentendimento com a líder da sua equipe, cheg Katia Barbosa, que chamou sua atenção por ele não cuidar do prato dele e ficar zanzando pela cozinha. Ele não ficou quieto e respondeu que ajudava a equipe. 
Esta semana, ele falou sobre isso em suas redes sociais e pediu desculpas:

"Primeiro de tudo, queria pedir desculpas pra nossa chefe na prova de ontem, pois eu deveria ter falado com outro tom para explicar o motivo das minhas atitudes(...) De qualquer maneira, a chefe tinha razão! Talvez se eu não tivesse andado pra lá e pra cá e ajudado a outra dupla do nosso time, poderia ter dado mais atenção pro nosso prato, e poderíamos ter nos saído melhor. Ou também não, talvez, poderia ter deixado de fazer a gema curada do prato dos meninos e sermos menos bem avaliados. Mas enfim... No final das contas, isso é passado, já aconteceu e não poderíamos voltar atrás. O que importa é que respeito e admiro demais a Kátia e entendo completamente a posição dela naquela prova. E o mais importante é que situações como a de ontem são completamente normais em uma cozinha real", escreveu. 

A chef respondeu, colocando fim na polêmica: "Estávamos todos abalados com saí da do Avillez e muito preocupados com o nosso futuro e o programa tb! Obrigada pelas palavras carinhosas e pela sua solidariedade , mas somos adultos e devemos estar preparados para receber as críticas! A questão ali foi de fato uma bobagem, e as pessoas não têm como saber o contexto , só nós que estávamos ali sabemos. Vc é um cara muito do bem, com um talento invejável, tudo isso vai passar, obviamente a gente fica um pouco triste mas bora seguir em frente, importante querido é isso , aqui e agora".

Parece que está tudo bem entre a mentora e Dario, que nos ensinou uma receita de muito sucesso no seu Restaurante Madê, o TUna Wellington, uma criação sua que tem atum folhado com um molho à base de castanha-de-caju. Uma maravilha!!

 
Receita Tuna Wellington, Chef Dário Costa

Ingredientes

- 1 lombo de atum fresco com 30 centímetros e com até 1 quilo

- meio quilo de castanha-de-caju

- 200 gramas de massa folhada ou o suficiente para cobrir o lombo

- 1 folha de taioba média (pode ser substituída por couve)

- 100 gramas de chalota (cebola pérola) para conserva

- 20 gramas de alho

- sal a gosto

- pimenta a gosto

- azeite para dourar

- 2 gemas de ovo

Modo de preparo

Pique a chalota e o alho bem finos e reserve. Rale a castanha em um ralador, coloque em um recipiente que aguente altas temperaturas e despeje água fervendo até cobrir a castanha. Deixe por 20 minutos até soltar o sabor. Depois, coloque em um tecido de algodão cru novo e torça para escorrer o líquido todo. Reserve o bagaço da castanha e o leite coado, em recipientes separados. 
Em uma panela, refogue com um fio de azeite metade do alho e metade da chalote até ficarem translúcidos. Abaixe o fogo e adicione o leite de castanhas. Depois, suba o fogo para médio e deixe apurar por 10 minutos até engrossar. Coe o molho e tempere com sal e pimenta e reserve. Em outra panela, refogue em um fio de azeite o restante da chalota e do alho em fogo baixo até ficarem translúcidos. Adicione o bagaço da castanha e mexa para misturar com o refogado até virar uma massinha bem seca. Reserve. Tire o talo da taioba e branqueie em água fervendo, colocando, na sequência, na água com gelo. Reserve.

Tempere o lombo de atum com sal e pimenta e sele em uma frigideira bem quente com um fio de azeite. Pegue um plástico filme, coloque a folha de taioba, por cima, espalhe a massa de castanha até cobrir tudo e coloque o lombo de atum selado no meio. Com o plástico filme, enrole como se fosse enrolar um sushi. Torça as pontas e deixe por 10 minutos na geladeira para a mistura se unir.

Abra a massa folhada, tire o plástico do atum e coloque na ponta dessa massa e enrole, sem deixar sobra de massa. Por fim, dobre as pontas e pincele a massa com a gema. Leve ao forno pré-aquecido a 180 graus por 20 minutos. Depois, deixe mais 5 minutos a 200 graus para dourar. Sirva com o molho separado.

Serve 4 pessoas

Tudo sobre: