Veja como será o vestibular nas universidades da Baixada Santista

A maior parte das provas será feita no sistema on-line

As universidades da Baixada Santista estão se adaptando. A maior parte dos vestibulares será no sistema on-line. E a mudança forçada pela pandemia pressiona os alunos a também se adequarem à nova realidade. A prova on-line é uma avaliação feita a distância, de forma virtual. O método de cada universidade pode variar e envolver desde um kit baixado pelo candidato até questões no site da faculdade. 

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Assim como ocorre em um exame tradicional, o estudante tem um prazo limite para resolver todas as perguntas. A redação também é produzida no ambiente digital, em alguns casos, pode corresponder à maior parte do processo avaliativo. 

Para os alunos, além de estudar o conteúdo, é importante saber o funcionamento e sistema de cada processo seletivo. Isso porque em alguns casos poderá haver provas presenciais quando o candidato solicitar ou explicar a impossibilidade para realizar o teste em casa. Em outros, só o modelo virtual será possível.  

Para dar mais segurança ao processo seletivo, cada instituição terá regras de segurança próprias – que podem até incluir a exclusão do candidato que tentar trapacear na avaliação. 

No geral, as perguntas serão randomizadas e terão tempo de resposta. As provas terão bancos de perguntas diferentes para evitar que diferentes candidatos respondam ao mesmo tempo, compartilhando informações.  Em algumas instituições será possível voltar para a questão mais difícil, para responder depois. Em outras, não haverá essa possibilidade.  

Software 

Marcus Teixeira Penteado, diretor de Marketing da Universidade Santa Cecília (Unisanta), explica que um software específico adotado pela instituição não permitirá o uso das teclas de atalho para copiar e colar textos. Também não será possível preparar rascunhos para inserir textos na prova e, além disso, haverá tempo restrito com contagem regressiva para dar as respostas. Na universidade, até para os dois novos cursos tradicionais presenciais, o de Biomedicina e o de Nutrição, a prova poderá ser on-line. 

Tanto na Unisanta quanto na Universidade Metropolitana de Santos (Unimes), as datas de seleção serão em período continuado. “A exceção é para a prova de Medicina, que a Fundação Vunesp fará de forma presencial”, diz a pró-reitora acadêmica da Unimes, Elaine Marcílio. 

Segundo ela, até a construção das perguntas foi pensada para exigir mais raciocínio. “Assim, mesmo que a pessoa jogue o conteúdo no Google, dificilmente ela conseguirá a resposta”.  

Marcos Medina Leite, reitor da Universidade Católica de Santos (UniSantos), destaca que as mudanças não são para assustar, mas para respeitar os alunos que querem participar do processo seletivo, oferecendo alternativas para eles.  

Atípico 

“O ano é atípico. Todos reconhecem que temos uma impossibilidade concreta de reunir milhares de pessoas em um espaço físico único. Isso já impõe uma condição em torno da qual nenhum de nós habitualmente trabalha, porque a história do vestibular sempre nos colocou numa grande reunião no campus, dando condição de os estudantes terem contato com o ambiente”, diz Leite, lembrando que a instituição terá provas em apenas duas datas. A primeira aconteceu no último dia 22 e a outra será no dia 12, às 14 horas. 

Porém, não só o modelo remoto, via on-line, irá vigorar. Na Unaerp, Unisanta e São Judas-Unimonte, o processo seletivo presencial será possível. Na Unaerp, ela acontece dia 13 de dezembro, respeitando os protocolos de segurança, como distanciamento entre os candidatos e medição de temperatura na entrada.  

Na São Judas-Unimonte, além de provas on-line nos dias 27 e 30 de janeiro ou no dia 21 de fevereiro, haverá exames agendados e a nota de corte do Enem. O curso de Medicina da Universidade do Oeste Paulista (Unoeste), em Guarujá, terá vestibular presencial em 6 de dezembro. As inscrições podem ser feitas no site www.unoeste.br. A instituição oferece mais cursos em várias cidades paulistas.  

Outras universidades, como a Universidade Paulista (Unip) e o Centro Universitário Lusíada (Unilus), precisam que os alunos entrem em contato com a instituição para tirar dúvidas. No caso da Unilus, as inscrições estão abertas, mas os locais de prova serão informados só em janeiro. 

Tudo sobre: