EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

29 de Fevereiro de 2020

Diversão à Baiana

Quer incentivo para viajar? Um dos destinos mais cobiçados no Nordeste, a Bahia oferece calor, arte, sabor, badalação, fé e belezas naturais. Sem contar o seu Carnaval...

Não faltam motivos para visitar a Bahia. E as razões sempre estão se ampliando, com novos atrativos para nos convidar a voltar. A orla da capital, Salvador, tem recebido reformas que incentivam a passear a pé e de bike, sem contar o calçadão próximo ao Farol da Barra, fechado para carros nos fins de semana.

Ali, a sorridente Sonia prepara acarajés crocantes e bem recheados. E ainda há chances de cruzar com Caetano Veloso na praia do Porto da Barra. 

Cerca de 30 minutos dali de carro, no Largo de Roma, vale visitar o Santuário e Memorial Irmã Dulce, com entrada gratuita, que guarda e divulga o legado de amor e caridade tão inspirador da santa. O seu túmulo fica no local, guardado sob sua escultura em tamanho natural. Há o quarto onde dormia, fotos históricas, vários objetos e homenagens que esse anjo bom da Bahia recebia. 

Já no centro histórico, a 500 metros do famoso Pelourinho, o bairro Santo Antonio virou hit. Tanto que a atriz Regina Casé comprou duas casas emparedadas lá, transformando em uma. Sentar em uma das mesas do de que externo do café Cafelier, tendo a visão da Baia de Todos os Santos, é um presente, principalmente para quem ama assistir ao pôr do sol. 


Badalação e piscinas naturais

O Morro de São Paulo não para de atrair turistas de todos os cantos, especialmente argentinos. Só prepare o fôlego para subir e descer ladeiras a pé (carros não são permitidos) e o comprimido contra enjoo para encarar duas horas e pouco de travessia de catamarã ou lancha, a partir do Terminal Marítimo, em frente ao Mercado Modelo. 

Fica na Ilha de Tinharé, no município de Cairu, região conhecida como Costa do Dendê, e não tem agência bancária. Portanto, não deixe de levar cartão de crédito e dinheiro em espécie, e tenha consciência de que vai encontrar uma variedade grande de preços de hospedagem, comida e bebida – a vila acolhe tantos os mais endinheirados quanto os menos. 

O hotel Brisa do Caitá (tarifas a partir de R$ 840; brisadocaitapraia hotel.com.br) e a pousada Via das Pedras (diárias começando em R$ 480 (www.viadaspedras.com.br), por exemplo, têm um ótimo custo-benefício para quem quer ficar na Segunda Praia, onde o agito acontece na areia e nos bares e restaurantes com música ao vivo.

E vale dar um pulo na Quarta Praia de dia, para curtir as piscinas naturais. Na praia de Gamboa, a brincadeira é hidratar a pele com argila do paredão. 

À noite, o centrinho ferve com suas lojas, sorveterias, pizzarias e mais restaurantes de comida regional. Dá para se fartar de moqueca, além de se encantar com os biquínis e cangas da marca Kebra Gello. 

Também é possível provar o drinque de cacau dentro do próprio fruto ou na sua cocada. Por fim, convém ir com pouca bagagem ou pegar um “táxi”, o que significa contratar um dos muitos rapazes disponíveis para levar as suas malas em um carrinho de mão.

Dias de mordomia pura

A 62 quilômetros do aeroporto está a Praia do Forte, com seus resorts luxuosos e cheios de atividades para famílias, especialmente com crianças. Fabiano Rodrigues, do Praia do Forte Táxi, coordena um pool de motoristas para traslados do aeroporto ou centro da capital.

Essa é uma facilidade a mais para quem se hospeda na rede Iberostar, que permite aproveitar piscinas, restaurantes e drinques no bar molhado desde antes do check in (às 15 horas) e até as 18 horas no dia do check out – ele deve ser feito, no máximo, até o meio-dia. 

O Iberostar Selection Praia 

Do Forte tem tarifas a partir de R$ 1.842 (iberostar.com). E mais: quem se preocupa com o meio ambiente vai gostar de saber que essa rede eliminou o consumo de plásticos e metais descartáveis (como canudos, garrafinhas de água, latas de cerveja), evitando que as cerca de 3 mil pessoas que usufruem do serviço all inclusive por semana na Praia do Forte produzam uma quantidade de lixo absurda!

As tartarugas marinhas do Projeto Tamar (famoso centro de preservação ali perto que merece uma visita) agradecem.
 

Tudo sobre: