Aprenda a montar um cantinho de estudos bem prático

Boa iluminação, cores claras e um espaço silencioso são itens fundamentais

Criar uma atmosfera de tranquilidade é fundamental para quem está pensando em criar um cantinho de estudo. Além disso, outros cuidados precisam ser observados, como um ambiente iluminado e silencioso.

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

A arquiteta Renata Guimarães diz que cores claras sempre iluminam e dão sensação de amplitude, trazendo tranquilidade para obter o foco nos estudos.  “Você pode montar sua escrivaninha ou espaço de estudos na varanda, dormitórios, sala íntima, hall dos quartos ou em um pequeno cantinho que lhe faça sentir bem. Os pequenos lugares, quando bem elaborados e pensados, podem surpreender.    

Na opinião da arquiteta Júlia Guadix, do escritório Liv’n Arquitetura, da Capital, o ideal é investir em tons que tragam tranquilidade, disposição e foco. O amarelo e o verde, por exemplo, estimulam a criatividade e o otimismo. O azul, por sua vez, acalma, promove a confiança, comunicação e eficiência. “Usar tons muito vibrantes em grandes planos pode nos cansar e deixar ansiosos. Por isso, aconselho optar por cores mais neutras ou, até mesmo, misturá-las, contrapondo os estímulos”. 

         

personal organizer Rafaela Oliveira lembra que é fundamental ter uma boa iluminação. “De preferência com luzes brancas, pois as amarelas podem dar sono. Já Renata fala que, se a casa não tiver uma iluminação natural, você pode usar alguns recursos. “Coloque pontos de luz embutidos no gesso, luminárias sobre a mesa ou mesmo criar uma arandela com foco direcionado. 

Móveis adequados 

 Também não se esqueça da ergononia, por isso, invista em uma cadeira. “É, provavelmente, a peça mais importante deste cantinho. Ela tem que ser confortável pois pode ser prejudicial à coluna e ao crescimento da criança”, destaca Rafaela. 

Por falar em móveis, a arquiteta de São Paulo indica cadeiras com rodinhas e regulagem da altura que são adicionais que facilitam o dia a dia. "O ideal é que haja uma distância de 70 cm entre a escrivaninha e outro móvel atrás dela, permitindo que você entre e saia da cadeira sem esbarrar em nada. Se for preciso, utilize um suporte para elevar a tela do laptop e use teclado e mouse apoiados na mesa”. 

Julia reforça que o mobiliário destinado para este ambiente precisa ser muito bem pensado. “Para as horas de trabalho ou estudo ficarem mais agradáveis, é importante que a bancada, a cadeira e a tela do computador permitam uma posição correta”. Quanto à bancada, a profissional recomenda que ela tenha, no mínimo, 60 cm de profundidade e 80 cm de largura. Além disso, uma altura aproximada de 75 cm é o ideal. 

Na hora de montar seu cantinho, use e abuse da criatividade. Aposte em pastas sanfonadas, facilmente encontradas em papelarias e até supermercados, para separar as tarefas por matéria. Reaproveite latas, encape com papeis divertidos e use-as como porta lápis e porta trecos. Caixas de ovos transparentes bem lavadinhas podem ser colocadas dentro das gavetas para separarem as miudezas como clipes, borrachas, apontadores. 

 
 

Tudo sobre: