Aprenda a lidar com o inchaço nas mãos e nos pés

Isso acontece com todo mundo nos dias de temperaturas altas. É uma resposta natural para resfriar o organismo

Para driblar o inchaço, vale pôr as pernas um pouco para cima de manhã e à tarde (Foto: Adobe Stock)  

Você levanta disposto, vai caminhar na praia, tomar um solzinho e pá!: fica com as mãos e pés inchados. Erroneamente confundida com retenção de líquido, essa situação faz parte de um movimento natural do corpo, para diminuir a temperatura. Não fique pra baixo: todas as pessoas incham no verão.

Em geral, não é nada grave, como explica o médico Fabio Haddad, cirurgião vascular da BP – A Beneficência Portuguesa de São Paulo. “Com o aumento das temperaturas, existe uma dilatação dos vasos do corpo, como um mecanismo de controlar a temperatura. Toda vez que estamos em um calor maior, fazemos uma vasodilatação para perder calor. Ela aumenta o aporte de sangue para os membros e, portanto, tende a diminuir o retorno venoso. Você joga mais sangue para os membros e diminui o retorno, promovendo o inchaço. Nos dias de calor, todos os seres humanos incham”. 

Normalmente, é um inchaço discreto, aquele que marca a meia no pé ou você sente a perna um pouco mais pesada. “A atenção deve ser focada somente quando o inchaço apresentar características atípicas, como uma diferença entre os membros associada à vermelhidão.

É importante que, quando surgir alguma característica diferente da habitual em dias de temperaturas altas, a pessoa procure um médico para investigar a causa e iniciar o tratamento adequado”, ressalta o cirurgião vascular do Hospital Edmundo Vasconcelos, Walter Campos.

Não se trata de uma retenção de líquidos, segundo Fabio Haddad. “É, na verdade, uma redistribuição anômala do líquido corporal. Está somente relacionado à temperatura e não há um tratamento específico. Obviamente, quando a pessoa tem patologias associadas para isso, existe, sim, um tratamento". 

Quem fica parado por um longo período na mesma posição também pode sofrer com o inchaço nas pernas. "Isso deve ser evitado ou minimizado, para que não apareçam ou se agravem doenças vasculares, já que a circulação fica inativa e pode acontecer a formação de coágulos que bloqueiam o fluxo de sangue na região. A ativação da circulação sanguínea local é essencial para evitar que problemas vasculares apareçam”, diz Jamil Victor de Oliveira Mariúba, cirurgião vascular do Sigvaris Group.

Retenção

A retenção de líquidos, diferentemente do inchaço do verão, é o acúmulo excessivo e anormal de água entre as células do organismo, que, posteriormente, é eliminada pela urina. Existem casos em que ela ocorre em períodos nos quais há alterações metabólicas e hormonais. Pode também ser sintoma de problemas, como insuficiência vascular, hipotireoidismo, hipertensão arterial, mau funcionamento dos rins, fígado e coração, processos inflamatórios, deficiência na circulação sanguínea, grande concentração de sódio no organismo, entre outros.

Dicas preciosas

Pra cima! Para o inchaço só do aumento de temperatura, colocar as pernas para cima, um pouco, durante a manhã e durante a tarde, vai controlar a situação.

Olho vivo na alimentação. Uma rotina alimentar saudável e equilibrada pode evitar o acúmulo de gorduras e líquidos, além de favorecer o funcionamento correto do corpo. Reduza a ingestão de sal, que é uma das principais causas da retenção de líquidos.

Água! É importante manter-se hidratado, tomando bastante água ao longo do dia. Isso contribui para o bom funcionamento dos rins e previne o acúmulo de impurezas no organismo.

Cuidado com o álcool e o cigarro. As bebidas alcoólicas e o cigarro prejudicam o organismo, pois há um excesso de substâncias nocivas, que podem promover uma série de doenças, como problemas cardiovasculares, câncer, problemas hepáticos, entre outras.

Mexa-se! A natureza do corpo é estar em movimento, portanto, é essencial praticar, sempre que possível, atividades físicas, como caminhadas. Isso vai ajudar a manter a circulação sanguínea, a evitar acúmulos e a criação de vasos sanguíneos nas pernas, e a estimular os músculos. Além disso, o exercício ajuda a eliminar impurezas do organismo.

Tudo sobre: