EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

10 de Agosto de 2020

Tribuna do Leitor - 25 de junho de 2020

Esta edição teve participações de Juarez Alvarenga, Pedro dos Santos Neto, Antonio Tadeu Torres e Suze Almeida

Equilíbrio interior

Embora o ser humano seja indecifrável, sabemos que apresenta aspectos que não se antagonizam; ao contrário, se complementam. O indivíduo apresenta características específicas quando analisado sob os aspectos biológico, psicológico, sexual, religioso ou econômico. Biologicamente, somos seres mortais, destruídos pelo tempo. Psicologicamente, estamos evoluindo graças a muitas consultas junto aos analistas. Religiosamente, salvo os ateus, acreditamos em um Ser Supremo. Economicamente, o homem é um ser egoísta. Mas a felicidade, ao que nos parece, é o equilíbrio de todas essas facetas, sem deixar que nenhuma se sobreponha a outra. São perceptíveis os transtornos acarretados quando ocorre um desequilíbrio, gerando a obsessão pelo ter. Chegar ao ápice vivencial buscando incansavelmente a harmonia interna é sinal de sabedoria profunda.

Juarez Alvarenga - Minas Gerais 

Segunda votação

Arnold Schwarzenegger, ex-governador do Estado da Califórnia por dois mandatos, ficou em segundo lugar nas eleições à época. Perdeu para o governador que estava concorrendo à reeleição. Mas se Arnold perdeu a eleição, como ele conseguiu um ano depois, assumir o cargo? Ao menos no Estado da Califórnia, o governador tem o primeiro ano inicial para mostrar serviço. E, por força de lei, é feita nova votação, para a continuidade ou não da administração do eleito. Como houve rejeição por parte da população, um ano após a derrota nas urnas, Arnold assumiu e ainda conseguiu sua reeleição. Já que uma parcela pouco esclarecida da população brasileira gosta de copiar tudo dos americanos, copiar essa prática seria salutar aqui no Brasil. Ou estou errado?

Pedro dos Santos Neto - Santos

Apito de trens

Gostaria de saber por que os trens da área portuária apitam incessantemente, todos os dias, o dia todo, a noite toda. Sei que, em alguns trechos, existem placas determinando o apito como protocolo de segurança. Porém, o que se vê, ou melhor, se ouve, é o apito constante em todo o trecho portuário. Além disso, há o agravante do volume absurdamente alto desses apitos, que são ouvidos até na av. Epitácio Pessoa, comprometendo o sono e a qualidade de vida dos munícipes da região. Não há nenhuma regulamentação para esse infeliz procedimento?

Antonio Tadeu Torres - Santos

Alimentação melhor

Desde o início da pandemia, eu acreditava que não estava me alimentando tão bem, pois estava comendo demais. Primeiro, vieram as férias; depois, home office. Minha mãe, que também está em quarentena, aproveitou para nos prestigiar com seus maravilhosos dotes de MasterChef, que deixariam o Érick Jacquin impressionado. Todos os dias, um prato diferente e saboroso no almoço e no jantar. E não esqueçamos das sobremesas servidas diariamente. Vamos concordar que comida feita por mãe é de longe a mais saborosa, tem gosto de carinho e cuidado, e sempre há aquele tempero especial que ela nunca irá revelar a ninguém. Enfim, a disposição dela em cozinhar com amor para nós, levaram-me a adquirir uns quilinhos. Na semana passada, a locutora da Tri FM me deixou muito exultante ao relatar que a população brasileira está se alimentando melhor, segundo as pesquisas. Pra ser sincera, soltei uma risada no começo, não de deboche, mas de incredulidade pela minha condição, visto que me alimento de 10 em 10 minutos, ando me entupindo de doces e comendo as artes da minha mãe, sempre com aquele pensamento de que será só por hoje. Porém, alguns minutos depois, ouvindo ainda o restante da matéria na rádio, a qual dizia que as pessoas estão cozinhando mais em suas casas, deixando de pedir pelo delivery e de se alimentar nas ruas, acreditei que faço parte dessa parcela populacional que está se alimentando melhor, já que apesar dos meus quilos a mais, adquiri alguns hábitos alimentares saudáveis. Como dizem os coaches, vamos tirar lições boas das situações ruins, pois, sem dúvida, é a melhor maneira de aprender.

Suze Almeida - Cubatão

Tudo sobre:
 
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.