Tribuna do leitor - 24 de setembro de 2020

Na edição desta quinta-feira (24), participações de Danilo Sallum, João Horácio Caramez, Uriel Villas Boas, Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Santos e Agostinho Juscelino de Freitas

Santos FC

Uma das únicas soluções pra o Santos Futebol Clube, bem como os demais, seria a criação do famoso clube empresa, onde serão entregues a pessoas competentes, bem intencionadas e sem vínculo algum com o clube, a gestão financeira e administrativa da agremiação. Sendo assim, teremos uma luz no fim do túnel para o atual momento do alvinegro. Modelos como estes já vêm sendo adotados nos grandes clubes europeus e em alguns brasileiros também, vide Bragantino. No caso do Santos ,o clube manteria seu nome, já que muitos torcedores têm o receio que não mais seremos o Santos “raiz”, e passaria sua administração a grandes empresas brasileiras ou até multinacionais. O segredo do sucesso está na negociação do futuro “comprador” do clube, por isso que temos que ter atualmente pessoas gabaritadas e competentes à frente dessa parceria, senão realmente veremosnosso querido Santos afundando mais ainda seu barco.
Danilo Sallum - Santos

Vanusa Santos Flores

“Humanos são os únicos animais que não podem viver no presente, pois sabem da inevitabilidade da morte e a partir disso inventaram a esperança.” Casei em 14 de setembro de 1974, e uma das boas lembranças foi ter ganho dos amigos Mauro e Verginia, com uma linda dedicatória, um compacto simples com a música “Manhãs de Setembro”. Hoje, a autora da música em parceria com Mário Campanha, a cantora Vanusa, encontra-se internada no Hospital dos Estivadores, e seu estado é crítico. Peço ao Grande Arquiteto do Universo, Deus, que, na Sua infinita bondade e sabedoria, a ilumine e proteja, e acima de tudo, que seja feita a Sua vontade. Assim como uma flor exala seu perfume, Vanusa “exala” carinho, alegria e simpatia. Inesquecível. Terça-feira ela completou 73 anos. Parabéns!
João Horácio Caramez - Santos

Dia Mundial da Limpeza

O Dia Mundial da Limpeza não deveria ter nenhum destaque. Como entender os procedimentos que são comuns entre pessoas dos mais diferentes segmentos sociais, jogando pelas ruas móveis, calçados, remédios, brinquedos, roupas, objetos de uso pessoal e muitas coisas mais, sem o mínimo respeito ao meio ambiente? A atividade de voluntários que tentaram recuperar as nossas praias no último domingo mostrou um quadro inaceitável. Não podemos conviver com uma situação que não pode ficar na dependência de decretos, leis, punições ou ações de organismos públicos. Mais do que nunca se faz necessária a conscientização que começa em casa, a cada dia. Os adultos dando exemplos para as crianças. Se isto acontecer, uma vez por ano teremos a comemoração efetiva do Dia Mundial da Limpeza.
Uriel Villas Boas - Santos

Rodoviária

Em atenção à carta do sr. Luiz Sérgio (edição de 21.09.20), a Prefeitura de Santos vem esclarecer que a Rodoviária da Cidade passa por ampla reforma e modernização, com obras já em fase final. As intervenções vão transformar totalmente o equipamento para oferecer aos usuários mais conforto e segurança. Estes, entre outros benefícios resultantes do projeto em execução, irão contar com nova área exclusiva de embarque e desembarque; climatização total do ambiente e controle de acesso ao equipamento, a fim de melhorar a segurança. Terá monitoramento, praça de alimentação, fraldário, banheiros reformados, guarda volumes e monitores informando partidas e chegadas dos ônibus. Lamentamos eventuais transtornos em função da execução das obras, que ocorrem com a Rodoviária em pleno funcionamento, mas é certo que ao final das intervenções, Santos passará a contar com um equipamento moderno e com estrutura de qualidade.
Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Santos

Aprovação

Venho parabenizar o prefeito Paulo A. Barbosa pela expressiva aprovação de sua gestão. Eu não esperava outra coisa. Realmente esta pesquisa condiz com a verdade. Eu fico muito feliz quando acerto na escolha de meu voto. Não posso dizer o mesmo para presidente , pois ali me enganei. Somente gostaria de pedir uma coisa ao Sr Paulo Alexandre: volte em 2024.
Agostinho Juscelino de Freitas - Santos

Tudo sobre:
 
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.