EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

16 de Julho de 2019

Resenha Esportiva

Espaço mantido pelos jornalistas Heitor Ornelas, Régis Querino e Bruno Gutierrez. O trio traz informações e comentários sobre o Santos Futebol Clube e tudo mais que acontece no mundo do futebol.

Faltou um pouco de Corinthians a Barcelona e Ajax

Tivessem sido mais precavidos, espanhóis e holandeses estariam na final da Liga dos Campeões da Europa

As semifinais da Liga dos Campeões da Europa agitaram a semana. Foram dois jogos inesquecíveis, que repercutirão por muito tempo. O tradicional refinamento técnico das equipes ganhou doses cavalares de emoção com as viradas improváveis.

Do lado inglês, só festa. Liverpool e Tottenham se classificaram quando tudo parecia perdido. Do outro lado, uma dor que deve levar muito tempo para passar. Afinal, Barcelona e Ajax haviam vencido os jogos de ida e, até o início dos 45 minutos finais do jogo derradeiro, estavam em situação confortável. Do ponto de vista dos eliminados, até agora eles devem imaginar o que faltou para a classificação.

Talvez um pouco de cautela e instinto de preservação. Tudo bem que todos os semifinalistas e tantos outros times que ficaram pelo caminho privilegiam o futebol bem jogado e abominam chutões e retrancas. Mas nem tanto ao mar, nem tanto à terra. Em momentos nos quais a luta pela sobrevivência chega ao limite, é justo priorizar a defesa, tal qual o Corinthians faz como ninguém por aqui. O que não dá é para passar o campeonato todo jogando por uma bola e contando com o acaso, como virou costume nos campeonatos disputados no Brasil.

Na decisão, que será disputada no próximo dia 1, em Madri, o Liverpool entra com ligeiro favoritismo. Afinal, se passou pelo Barcelona de Messi sem Firmino e Salah, contundidos, é de se esperar que com o provável retorno deles fique ainda mais forte. Mas não dá para duvidar do Tottenham, que mesmo sem Harry Kane, seu principal jogador, chegou aonde ninguém poderia imaginar. Além disso, se Lucas viver mais uma tarde iluminada, crescem as chances da equipe londrina.

Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.