EDIÇÃO DIGITAL

Quarta-feira

18 de Setembro de 2019

Eu Estudo Certo

Martha Vergine é delegada de polícia, professora universitária e teacher coach do EU ESTUDO CERTO. Especialista em técnicas de estudo e estratégias emocionais para ajudar pessoas que querem passar mais rápido em provas - como concursos públicos, exame da OAB, vestibulares e ENEM.

Pare de procurar, aprenda a encontrar

Há quanto tempo você está procurando alcançar sua vaga em um concurso público?

“Você está procurando há muito tempo. Agora desista de procurar e aprenda a encontrar”

– Heinz Körner, Johaness

 

Depois de ler essa frase e meditar um pouco, é possível usá-la como lente e olhar de outra forma para a nossa vida.

Há quanto tempo você está procurando alcançar sua vaga em um concurso público?

Anos e mais anos estudando sem eficiência, sem motivação, mas apenas procurando chegar lá.

É um estado de inércia, pelo qual todos nós passamos: fazer exatamente as mesmas coisas, ao longo de anos, esperando que o resultado seja diferente.

Isso é comum, e é extremamente difícil sair desse estado; exige de nós iniciativa e muita força de vontade para mudar a forma de agir com a qual já estamos confortavelmente acostumados.

No entanto, é imprescindível desistir de apenas procurar da mesma forma que sempre fizemos, e aprender a encontrar os resultados necessários – aprender a encontrar métodos que ampliem nossa eficiência e nos tornem capazes de obter o que desejamos.

É isso que essa citação nos passa: pare de agir da mesma forma esperando as mesmas coisas, aprenda a encontrar. Isso pressupõe aprender com quem sabe. Depois de, enfim, aprender, encontre o que você quer e precisa, alcance o resultado.

Essa citação nos ensina também a não temer o fracasso, mas, em vez disso, a aprender com ele e usá-lo para nos aperfeiçoarmos. Quando passamos a buscar a forma de encontrar, de obter resultado, aceitamos sair da inércia e confessamos que aquele estado inerte era ineficiente – uma espécie de fracasso.

Quando aceitamos que fracassamos quando ficamos por tanto tempo inertes, conseguimos extrair um aprendizado valioso disso; entendemos as falhas que nos mantiveram nesse estado e conseguimos nos aperfeiçoar com ele.

Então, buscando sempre obter resultados e sem medo de fracassar, aprendemos com todo e qualquer fracasso, e cada um deles é um degrau a mais para nosso objetivo.

Eventualmente o ponto derradeiro onde encontramos o que buscávamos chega: obtemos nosso resultado, nossa vaga, e quando olhamos para trás percebemos que todos os fracassos foram apenas degraus. Aterrorizamo-nos quando percebemos que se nunca tivéssemos saído daquele estado inerte, daquele mero “procurando”, estaríamos no exato mesmo lugar, contando apenas com nossa esperança.

Pare de procurar, aprenda a encontrar e, depois, encontre!

 

INSTAGRAM @euestudocerto

FACEBOOK @euestudocerto

YOUTUBE /blogeuestudo

Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.