EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

14 de Outubro de 2019

Ângela Cotrofe

É neuropsicopedagoga.

O que é conhecimento?

O conhecimento não é dado a priori: o sujeito nasce com a possibilidade ou necessidade dele, mas não nasce com ele

Quando penso em conhecimento, imagino algo a ser construído pelo sujeito, no caso pelo aluno, no contexto de sua interação com outras pessoas ou objeto. O conhecimento não é dado a priori: o sujeito nasce com a possibilidade ou necessidade dele, mas não nasce com ele.

O conhecimento é, portanto, um trabalho, uma construção. Construções sociais se considerarmos o conhecimento acumulado, disponível, ou produzido, pelas pessoas de certa sociedade. Construção individual se considerarmos que necessita ser refeito, pessoa por pessoa. Ou seja, uma mãe ou professora mais dedicada não podem aprender pelo seu filho ou aluno. Até tentam, mais isso é impossível. O conhecimento, neste sentido, não é diretamente transmissível.

Pela Epistemologia Genética, podemos pressupor que o ensino ou a aprendizagem que não respeitam natureza construtivista do conhecimento acima referida produzem um conhecimento mais aparente do que real na escola. Para ilustrar isso, em uma visão transformadora, ou libertadora, o conhecimento, também escolar, é construído historicamente.

O conhecimento é visto como um conjunto de informações que deve estar a serviço da transformação das relações sociais estabelecidas na sociedade. Há sempre um olhar crítico sobre o conhecimento quando já sintetizado pelos outros; para construir conhecimento, o sujeito necessita sempre assimila-lo, depois transforma-lo em uma perspectiva, compatível àquela na qual já se encontra construído.

No limite do presente pensamento, concepção de conhecimento corresponde às ideais, digo, imagens ou representações que o professor tem sobre como seus alunos aprendem conteúdos escolares. O professor acredita que o aluno aprende memorizando aquilo que é ensinado, sua prática pedagógica será influenciada ou justificada pro essa ideia.

Se acreditar que o aluno aprende recriando o conhecimento que ele, professor, igualmente teve que recriar por intermédio de suas ações, então sua prática será influenciada por essa concepção de conhecimento. Se o professor acredita que a criança já nasce sabendo muitas coisas e só precisa de tempo para descobri-las ou revela-las, então sua prática será, igualmente, influenciada por essa concepção.

No sentido de justificar ou questionar, as concepções do conhecimento de um professor a cerca das razões que leva um aluno a aprender, ainda interferem em sua prática pedagógica, será influenciada ou justificada por essa ideia.

Sendo assim, é frequente que ideias contraditórias, por não serem tematizadas.

Qual é a concepção de conhecimento na perspectiva da Egiptologia Genética?

Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.