Alexandre Lopes

É Editor-Chefe de Web no Grupo Tribuna e responsável pelo G1 no litoral de São Paulo. No grupo desde 2008, já participou de coberturas em mais de 15 países. Atualmente, além de coordenar os portais, também apresenta o G1 em 1 Minuto.

Acesse todos os textos anteriores deste colunista

Morador da Baixada Santista supera Covid, bactéria, três paradas e coração comprometido: 'Milagre'

Comerciante de 46 anos ficou três meses desacordado lutando conta todos os problemas.

O comerciante Maurício Michel da Silva, de 46 anos, morador de Peruíbe, é considerado uma espécie de 'milagre' por familiares e médicos da Baixada Santista. Após 140 dias no hospital, sendo quase 100 entubado, ele conseguiu se recuperar do coronavírus.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Conversando com a repórter Letícia Gomes, do G1, a esposa de Maurício, Cristiana Rodrigues da Silva, também de 46 anos, cravou: "Ele é um milagre de Deus. Não foi fácil. Mas estamos aqui firmes e fortes". Todos os familiares foram infectados, em julho, ao mesmo tempo. Mas Maurício piorou.

A batalha no hospital foi extremamente longa. Maurício foi entubado, extubado, fez traqueostomia, desenvolveu diversas complicações, sofreu três paradas cardiorrespiratórias, foi infectado por uma bactéria e precisou de um equipamento que substitui pulmão e coração que estavam comprometidos.

A saída do hospital foi emocionante. Vestindo o 'manto sagrado' do Palmeiras, Maurício saiu do hospital com a tradicional plaquinha do 'Eu venci o Covid. Sou um milagre!'. "Médicos, enfermeiros, técnicos e faxineiros foram anjos enviados por Deus. Eles foram responsáveis por toda a melhora do Maurício", finaliza a esposa.

Tudo sobre:
 
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.