EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

20 de Maio de 2019

Alexandre Lopes

É Editor-Chefe de Web no Grupo Tribuna e responsável pelo G1 no litoral de São Paulo. No grupo desde 2008, já participou de coberturas em mais de 15 países. Atualmente, além de coordenar os portais, também apresenta o G1 em 1 Minuto e é comentarista da TRI FM.

Ministro da Infraestrutura assina anuência prévia de concessão para aeroporto de Guarujá

Cerimônia aconteceu na tarde desta terça-feira (16), no gabinete do ministro Tarcísio Gomes Freitas, em Brasília

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, assinou a anuência prévia para a concessão do Aeroporto Civil Metropolitano em Guarujá, localizado na Base Aérea de Santos. A cerimônia de assinatura aconteceu no início da tarde desta terça-feira (16), no gabinete do ministro na Esplanada dos Ministérios.

A assinatura, acompanhada de perto pelo prefeito de Guarujá, Valter Suman (PSB), permite à prefeitura lançar um edital licitatório para a exploração do aeroporto por empresas privadas durante 28 anos. O valor mínimo de outorga é de R$ 1 milhão.

Segundo o ministro, a assinatura faz parte da estratégia de transferência de ativos de infraestruturas para a iniciativa privada. "Vai trazer um impulso no nosso mercado de aviação, com competição e novos destinos. O destinatário final da política pública é o usuário e vamos atingí-los em cheio".

Segundo o prefeito Suman, a previsão é de que o edital seja publicado ainda neste mês, e que a empresa vencedora seja conhecida até julho. Já o aeroporto, se tudo ocorrer como esperado, pode começar a funcionar no primeiro semestre do ano que vem.

Segundo a prefeitura, estimam-se investimentos de R$ 70 milhões no aeroporto, sendo que serão R$ 15 milhões no primeiro ano para que ele já entre em funcionamento. A expectativa é de que 80 mil passageiros nos 12 meses passem pelo local a partir de quando começarem as atividades.

As negociações para a implantação do aeroporto começaram há mais de 20 anos. Os custos previstos para o funcionamento são estimados em R$ 260 milhões e a receita operacional em R$ 640 milhões.

OPINIÃO: O que você acha da decisão? Acredita que agora, finalmente, a Baixada Santista ganhará um aeroporto comercial? Deixe o seu comentário!

Cerimônia contou com a presença do prefeito de Guarujá, Valter Sumán (PSB) (Foto: Alberto Ruy/MInfra)

Confira o que os deputados federais da região falaram sobre o assunto:

Júnior Bozzella (PSL) - Há mais de 20 anos, temos discutido esse assunto e, agora, juntos com o ministro Tarcisio, o Governo Bolsonaro, junto com o senador Major Olímpio e a iniciativa do prefeito Valter Suman, conseguimos essa conquista. Já temos algumas empresas interessadas, como a Gol. O aeroporto será uma das grandes molas propulsoras para a economia da região. Hoje, estamos fazendo valer o papel do homem público, que é entregar resultados para a população.

Rosana Valle (PSB) - Estou orgulhosa dessa conquista, acompanho essa luta há mais de 20 anos como repórter. Como deputada federal, dei a minha contribuição para que o aeroporto, finalmente, se torne realidade. Agora, nosso próximo passo é lutar pela liberação do aeroporto do Complexo Empresarial de Andaraguá, em Praia Grande.

Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.