Alexandre Lopes

É Editor-Chefe de Web no Grupo Tribuna e responsável pelo G1 no litoral de São Paulo. No grupo desde 2008, já participou de coberturas em mais de 15 países. Atualmente, além de coordenar os portais, também apresenta o G1 em 1 Minuto.

Acesse todos os textos anteriores deste colunista

Hacker espalha morte de modelo de Praia Grande e pede dinheiro para cobrir custos do velório

Apesar do 'golpe', nenhum amigo ou familiar depositou qualquer quantia na conta do estelionatário.

Uma modelo de Praia Grande, no litoral de São Paulo, sofreu um golpe 'inusitado'. Um hacker invadiu a rede social da garota, de 21 anos, e anunciou a morte dela, pedindo dinheiro para organizar o velório. A conta de Bruna Vitória Barros já foi recuperada e a polícia investiga o caso.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

A jovem notou algo 'estranho' quando não conseguiu logar na conta, que teve a senha alterada. Apesar do problema, ela foi fazer um tratamento estético e ficou cerca de duas horas desconectada. O telefone, porém, começou a tocar e Bruna recebeu a notícia de que ela teria 'morrido'.

O criminoso usou os 'stories' para publicar uma sequência de mensagens:

- Colegas e amigos da Bruna, venho informar que ela faleceu nesta madrugada.
- Quem conhece a Bruna sabe que a família é muito simples. Nós não temos dinheiro para o velório. Quem puder ajudar...

Rapidamente, familiares e amigos da modelo começaram a acionar os conhecidos para divulgar que se tratava de um golpe. Por conta da agilidade em resolver a situação, ninguém depositou dinheiro para o criminoso. Até o momento, porém, a Polícia Civil ainda não identificou o autor do ataque.

Tudo sobre:
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.