EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

22 de Outubro de 2019

Alexandre Lopes

É Editor-Chefe de Web no Grupo Tribuna e responsável pelo G1 no litoral de São Paulo. No grupo desde 2008, já participou de coberturas em mais de 15 países. Atualmente, além de coordenar os portais, também apresenta o G1 em 1 Minuto e é comentarista da TRI FM.

Ciclone extratropical e massa 'polar' geram alerta para o litoral de SP até domingo

Segundo o Climatempo, toda a Baixada Santista vai continuar por vários dias com ventos moderados e constantes

O Climatempo emitiu um boletim, nesta quarta-feira (17), afirmando que um ciclone extratropical se organizou na costa da Região Sudeste, na altura do litoral de São Paulo e Rio de Janeiro, e está sendo responsável pelas fortes rajadas de vento que atingiram a região. O alerta tem validade até domingo (21).

No litoral de São Paulo, pelo menos por enquanto, as rajadas não ultrapassaram os 57 km/h. No Rio de Janeiro, por exemplo, os ventos já atingiram picos de 77 km/h. A situação deve melhorar já que, segundo os meteorologistas, o ciclone se afasta da Baixada Santista ao longo do dia. O frio, porém, deve piorar, com mínimas de 13ºC na região.

O mar deve permanecer bastante agitado nas próximas horas. Segundo o Climatempo, toda a Baixada Santista vai continuar por vários dias com ventos moderados e constantes, gerados por um extenso e forte sistema de alta pressão atmosférica de origem polar, que estará se movimentando da costa Sul do Brasil para o Sudeste nos próximos dias.

Navegantes, banhistas e surfistas devem redobrar a atenção nos próximos dias. Existe previsão de ressaca e mar agitado, pelo menos, até o próximo domingo, o que pode causar inundações em áreas costeiras. Para a nossa região, o alerta da Marinha vale até o dia 19, com previsão de ondas que podem atingir até 3 metros de altura.

Tudo sobre:
Este artigo é de responsabilidade do autor e não reflete necessariamente a linha editorial e ideológica do Grupo Tribuna.
As empresas que formam o Grupo Tribuna não se responsabilizam e nem podem ser responsabilizadas pelos artigos publicados neste espaço.