Ponta da Praia recebe mutirão contra o Aedes aegypti nesta quarta

Noventa e seis agentes de combate a endemias da prefeitura percorrerão os imóveis do bairro

A Ponta da Praia recebe, nesta quarta-feira (10), a partir das 9h, o mutirão para eliminar situações que contribuam para a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika, chikungunya e febre amarela urbana.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Noventa e seis agentes de combate a endemias da prefeitura percorrerão os imóveis do bairro. Este será o último ponto da orla a passar por esta ação no início deste ano. Nesta fase, a Secretaria de Saúde está priorizando a região por causa do aumento da população flutuante da temporada de verão. Nos cinco mutirões de 2021, foram eliminados 445 focos com larvas do mosquito.

Além da vistoria dos imóveis, o setor de Informação, Educação e Comunicação (IEC) montará estande educativo nas imediações do Aquário. “Estaremos esclarecendo dúvidas quanto ao ciclo do mosquito Aedes aegypti, suas características principais e formas de eliminação em cada fase. No verão, com calor intenso e chuvas frequentes, esse tempo de reprodução fica ainda mais rápido, com o surgimento do mosquito adulto em uma semana”, explica a chefe do IEC, Liseane Quadros.

Balanço

Seis casos de dengue e cinco de chikungunya foram registrados em Santos em 2021. Nenhum de zika foi confirmado este ano no município. A última notificação de febre amarela urbana no Brasil data da década de 1940.

Tudo sobre: