Consulta pública sobre desestatização do Porto de Santos será lançada em dezembro, garante ministro

Tarcísio Gomes de Freitas participou da inauguração de três obras ligadas ao setor portuário

Por: Sandro Thadeu  -  26/11/21  -  18:08
Atualizado em 26/11/21 - 18:12
Ministro da Infraestrutura cumpriu agenda oficial em Santos nesta sexta-feira
Ministro da Infraestrutura cumpriu agenda oficial em Santos nesta sexta-feira   Foto: Divulgação/Ministério da Infraestrutura

O ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, afirmou que a consulta pública sobre a desestatização da Autoridade Portuária de Santos (APS) será lançada no próximo mês.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


O titular da pasta fez o anúncio em entrevista coletiva durante à tarde desta sexta-feira (26), quando acompanhou o primeiro embarque de celulose pelo terminal da Bracell.


"Um dos nossos objetivos é o aumento de eficiência e a redução do custo Brasil", disse.


Agenda cheia
Na parte da manhã, o titular da pasta veio a Santos para participar da inauguração de três obras ligadas ao setor portuário, que, juntas, representam R$ 601 milhões em investimentos.


Antes dessa agenda, Freitas esteve reunido, na sede da Autoridade Portuária de Santos (APS), com um grupo de caminhoneiros e de representantes do setor patronal para ouvir as demandas desse segmento.


Na sequência, o ministro participou, no bairro do Paquetá, da inauguração da terceira linha ferroviária, que já está em operação há dois meses. Segundo a Portofer, essa nova estrutura permitirá a circulação simultânea de trens nos sentidos de importação e exportação de cargas.


No final da manhã, o representante do Governo Federal também esteve na entrega do novo píer de atracação da Ageo, localizado na Área Continental de Santos. Iniciada em junho do ano passado, essa obra permitirá o aumento da capacidade de atracação de navios de granéis líquidos no Porto de Santos.


No início da tarde, o ministro compareceu à inauguração das obras de ampliação do cais da Santos Brasil, em Guarujá.


Logo A Tribuna