EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

4 de Abril de 2020

Serviço essencial, Porto de Santos opera normalmente em meio à pandemia

Diante de boatos e notícias falsas, Autoridade Portuária e Sopesp emitem nota informando que todas as atividades de movimentação de cargas estão mantidas, seguindo as regras sanitárias

A Autoridade Portuária de Santos (SPA, na sigla em inglês), em conjunto com o Sindicato dos Operadores Portuários do Estado de São Paulo (Sopesp), emitiu uma nota a fim de tranquilizar os usuários do Porto de Santos, informando que as operações do complexo marítimo seguem normalmente como “serviço essencial”.

A medida foi necessária, segundo a SPA, diante de diversas determinações de quarentenas e paralisações de atividades, adotadas para contenção do contágio do novo coronavírus divulgadas por autoridades, e em combate à desinformação e às fake news, .

Desta forma, os acessos marítimos, rodoviários e ferroviários estão abertos “sem qualquer restrição”, afirmam a SPA e a Sopesp. Contudo, foram adotadas ações para adaptar os portões de entrada e saída, assim como o transporte entre as margens portuárias, com sistemas de higienização e segurança estabelecidas pelo Ministério da Saúde e pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), levando em consideração as diretrizes da Organização Mundial da Saúde (OMS).

A administração portuária e o sindicato patronal destacam que as operações do Porto de Santos não podem parar pois ele é  “responsável por cerca de 30% da balança comercial brasileira e fundamental para garantir o fluxo de insumos à Covid-19, tais quais alimentos e matérias-primas para produção de medicamentos”.

A SPA também afirma que estão sendo monitoradas, em tempo real, as constantes deliberações governamentais, que se adaptam aos acontecimentos da pandemia. Apesar da circulação de fake news sobre o fechamento do Porto de Santos, a assessoria da Autoridade informa que nenhuma medida do governo diz respeito à paralisação dos portos.

Tudo sobre: