EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

28 de Fevereiro de 2020

Brasil e Coreia do Sul firmam acordo para impulsionar portos

Ministério da Infraestrutura acredita que Porto de Santos será beneficiado pela parceria

Para fomentar o setor portuário nacional, os governos do Brasil e da Coreia do Sul assinaram um memorando de entendimento (MoU). O acordo foi firmado por meio do Ministério da Infraestrutura brasileiro e pelo Ministério do Oceano e Pescas da República da Coréia no último dia 14.

Este memorando tem como objetivo geral a cooperação contínua em áreas importantes de interesse mútuo, relacionadas ao desenvolvimento de infraestrutura e operações de portos e terminais desses países. Também buscará coordenar a utilização de recursos para o aprimoramento dos sistemas e das instalações portuárias. 

Agora, com o Memorando de Entendimento já assinado, o próximo passo será de trabalho interno, no qual cada uma das partes identificará os tópicos que desejam explorar de forma cooperativa com o outro país. Após isso, haverá uma reunião - que está prevista para o primeiro trimestre deste ano - onde serão estabelecidos planos de trabalho e a priorização dos temas. O Memorando permanecerá em vigor por cinco anos.

Segundo o Ministério da Infraestrutura, não há valores de investimentos pré-acordados e as atividades ocorrerão de acordo com a disponibilidade de recursos de cada parte. De acordo com o órgão, o aumento do comércio e de investimentos no Brasil não é o objetivo do MoU, mas, sim, o compartilhamento de tecnologia, experiência, troca de informações e intercâmbio de recursos humanos para o desenvolvimento do setor. Tendo isso em vista, o crescimento econômico será uma consequência. 

Por hora, não há projetos ligados a esse acordo e direcionados ao Porto de Santos. Porém, o Ministério afirma que, por se tratar do maior porto do Brasil, certamente o cais santista estará entre as ações do plano de trabalho.

Tudo sobre: