EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

17 de Agosto de 2019

Pitbull é gravemente ferido com espada samurai após atacar outro cão em Praia Grande

Bruce teve o crânio atingido pelo dono do outro cachorro. Pitbull passou por cirurgia e segue internado

Um cachorro foi brutalmente agredido por um vizinho com uma espada samurai, na noite da última segunda-feira (12), em Praia Grande. De acordo com a dona do animal, Daniela Soares da Rocha, o pitbull Bruce, de seis anos, foi encontrado gravemente ferido após se envolver em uma briga com um cão de menor porte. “Chorei quando falaram que poderia morrer”, desabafa Daniela em contato com A Tribuna On-line.

Segundo a cabeleireira, as agressões ocorreram na Rua Jurubaíba, no bairro Vila Caiçara, onde vive com a família. No fim da tarde, ela retirava a filha de cinco anos de seu carro quando Bruce saiu pelo portão sem que ela notasse.

Próximo das 19h, vizinhos a chamaram e perguntaram se o cachorro marrom que estava ferido era seu. “Ele me perguntou se o cão havia escapado, foi aí que acendi a luz da garagem e não o vi. Encontrei a minha calçada lavada de sangue e ele com a cabeça aberta e a pata ferida”, relata Daniela à Reportagem.

Segundo testemunhas, Bruce teria se envolvido em uma briga com um cachorro de porte menor. Vizinhos tentaram separar os cães utilizando água. O dono do outro animal, morador de uma rua próxima, foi à sua casa e retornou com uma espada que ficava na parede, acertando o pitbull na cabeça. “Eu vi o cachorro com o qual Bruce brigou, e ele tinha machucados mínimos, não justificaria”, relata.

A Polícia Militar foi acionada, e o agressor teria alegado que o cão havia mordido uma senhora, que não estava mais no local, e atacado o seu pet. A cabeleireira ainda revela que o vizinho afirmou aos policiais que o cachorro não deveria ter sido deixado na rua oferecendo perigo às pessoas, e que estava sofrendo ameaças.

Por ser bem afiada, a lâmina da espada utilizada conseguiu cortar a cabeça do pitbull e quase atingiu seu cérebro. O animal recebeu uma doação de sangue e passou por cirurgia, mas segue internado. “Chorei quando a veterinária disse que o Bruce poderia morrer. Ele sempre foi muito dócil e é o melhor amigo da minha filha”, finaliza.

Impacto da espada conseguiu cortar crânio do animal  (Foto: Reprodução/Praia Grande Mil Grau)