EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

19 de Julho de 2019

Estelionatário acusado de praticar golpes é preso em Praia Grande

Danilo de Melo Teixeira, de 33 anos, foi detido por policiais do 1º DP na manhã de quinta-feira (11)

Danilo foi detido pela polícia na manhã de quinta-feira (11) em Praia Grande (Foto: Divulgação)

Com prisão preventiva decretada em Curitiba, referente a processo por estelionato, Danilo de Melo Teixeira, de 33 anos, foi capturado na quinta-feira (11) de manhã, em Praia Grande, onde também é acusado de aplicar golpes.

Informados de que um procurado da Justiça se identificava falsamente como “Arthur Nóbrega” e residia em uma casa na Avenida Senador Azevedo Júnior, no Sítio do Campo, policiais do 1º DP de Praia Grande foram até lá e prenderam Danilo.

O acusado admitiu usar o nome de Arthur, mas não possuía documentos falsos. Segundo o delegado Juvenal Marques Ferreira Filho e o investigador Olívio Bento, a ordem de captura contra Danilo foi expedida em 24 de outubro do ano passado pela juíza Danielle Nogueira Mota Comar, da capital paranaense.

Em Curitiba, Danilo é acusado de praticar estelionatos ao se passar por corretor de imóveis e receber antecipadamente das vítimas dinheiro referente a comissões de negócios que não foram fechados.

Após tais golpes, Danilo veio a Praia Grande e duas vítimas dele na cidade já foram identificadas pelos policiais do 1º DP. Uma delas sofreu prejuízo de R$ 3.376,13 ao contratar serviço de reparo da calçada do seu imóvel de temporada, localizado no Mirim.

“Danilo também disse ao dono da casa de veraneio possuir contatos com a prefeitura e cartórios, oferecendo supostos serviços para a regularização do imóvel”, informou Bento.

Outra vítima em Praia Grande é um comerciante, lesado em R$ 30 mil. Ele disse que o dinheiro foi repassado para o acusado reformar imóveis. Identificando-se com o nome falso de Arthur, Danilo se apresentou como proprietário de uma construtora.