Viver Bem: veja como manter o cérebro sempre em movimento

Assim como o corpo, ele também pede ginástica para manter-se firme e forte ao longo dos anos

Mais do que nunca, cuidar da mente é tão importante quanto cuidar do corpo. Em tempos de pandemia de coronavírus e isolamento social, a ginástica para o cérebro deve ter espaço garantido na sua agenda diária.

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Exercícios de raciocínio são mais simples do que se imagina e, ao menos uma vez ao dia, ajudam na renovação das conexões neuronais. Sudoku, caça-palavras, xadrez e palavras cruzadas são algumas das atividades que fazem bem para o cérebro.

>>> Clique aqui para ver dicas para manter o cérebro sempre em movimento

“Quem gosta de tecnologia ainda pode usar o celular ou o computador para ter acesso a outras atividades e jogos diferentes. O importante é estimular o órgão para que se evite doenças ao longo do tempo”, explica a neurologista Natália Fernandes.

Ler diariamente jornais, revistas e livros também faz com que uma nova gaveta de informações seja criada no cérebro. E, quando a pessoa chegar aos seus 80 anos, terá um estoque de informações que permite fazer associações corretamente.

“De maneira geral, é preciso se jogar em coisas novas para que outras áreas do cérebro sejam acionadas e treinadas. Com o passar do tempo, ele se acostuma com a nossa rotina e é preciso buscar novidades. Fazer um curso de algo que dê prazer, aprender a tocar um instrumento e dançar são algumas sugestões”, recomenda o neurologista Roberto Vasconcelos.

 

Tudo sobre: