EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

19 de Abril de 2019

Unesco oferece ajuda para a reconstrução da catedral em Paris

Merkel e Conte prestam solidariedade aos franceses

A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (Unesco) ofereceu, nesta segunda-feira (15), apoio ao governo francês para recuperar a Catedral de Notre-Dame, atingida por um incêndio, e resguardar o patrimônio cultural do templo.

A diretora-geral da Unesco, Audrey Auzoulay, disse que a agência acompanha de perto a situação do incêndio e está empenhada em recuperar “essa herança inestimável".

Em sua conta no Twitter, Audrey afirmou estar comovida “diante do trágico incêndio na Catedral de Notre-Dame de Paris, registrada no Patrimônio Mundial em 1991".

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, disse que ficou "horrorizado" com as imagens do incêndio na Catedral de Notre-Dame.

"Uma joia única do patrimônio mundial que permanece em pé desde o século XIV. Os meus pensamentos estão com as pessoas e com o governo da França", afirmou Guterres na sua conta no Twitter.

Reações

A chanceler da Alemanha, Angela Merkel, postou, na sua conta no Twitter, uma foto da catedral em chamas e emogis com carinha de choro e apenas uma frase: “Eu sou parisiense”.

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, publicou, na sua conta pessoal no Twitter, um vídeo com imagens do incêndio que atingiu a Notre-Dame. “Um golpe no coração dos franceses e de todos nós europeus”, disse o italiano em francês.