EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

20 de Julho de 2019

Pato marca e São Paulo busca empate fora de casa contra o Atlético-MG

Em jogo movimentado em BH, Alerrandro abriu o placar, mas atacante garantiu um ponto fora de casa para o Tricolor

Atlético-MG e São Paulo encerraram o primeiro semestre de 2019 com boas atuações. As equipes fizeram um jogo movimentado, com gol polêmico, e empataram por 1 a 1, nesta quinta-feira (13), no estádio Independência, em Belo Horizonte, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. O duelo foi o último antes da parada da competição para a disputa da Copa América.

O gol do Atlético-MG saiu aos 43 minutos do primeiro tempo. Após cobrança de escanteio, Igor Rabello tocou de cabeça, Toró furou ao tentar afastar e a bola sobrou para Alerrandro, que mandou para o fundo da rede. O atacante atleticano estava adiantado e foi marcado impedimento, mas o árbitro gaúcho Leandro Pedro Vuaden validou o gol depois de consultar o VAR. No entendimento dele, o passe para Alerrandro foi de Toró, e não de Rabello.

O São Paulo empatou o jogo aos 27 minutos do segundo tempo. Seis minutos depois de entrar em campo, o meia Nenê fez boa jogada pelo meio e tocou para Alexandre Pato. O atacante dominou já passando pelo adversário e chutou rasteiro, sem chances para o goleiro Victor.

O resultado aumentou o jejum de vitórias do São Paulo, que não ganha agora há sete jogos. A sequência tem quatro empates e três derrotas, com apenas dois gols marcados. A equipe tricolor está em nono lugar, com 14 pontos. Já o Atlético-MG se distanciou na briga pelas primeiras colocações do Brasileirão. O time caiu para quinto lugar, com 16.

O jogo no estádio Independência foi bastante movimentado, ao contrário do que tinha sido as últimas partidas do São Paulo. Ambas as equipes buscaram o ataque, criaram oportunidades e poderiam ter feito mais gols.

O Atlético-MG chegou a acertar duas bolas na trave, com Réver e Cazares, e o goleiro Tiago Volpi teve de fazer boas defesas. O São Paulo teve as suas melhores chances com Alexandre Pato. Antes de empatar, o atacante quase marcou um golaço ao chapelar o adversário e finalizar com perigo.

As equipes não demonstravam estar satisfeitas com o empate. O Atlético-MG pressionou mais, sempre com jogadas em velocidade pelos lados. O São Paulo não teve sucesso nas tentativas de contra-ataques e o jogo terminou 1 a 1 no Independência.