EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

23 de Março de 2019

Santos dispensa gerente futebol e auxiliar técnico do elenco profissional

A saída da dupla, segundo o Peixe, está diretamente ligada a uma readequação financeira do clube

Com sérias dificuldades para contratar reforços e trabalhando para encontrar um equilíbrio financeiro, o Santos dispensou na tarde desta sexta-feira (11) o gerente administrativo de futebol, Sérgio Dimas, e o auxiliar técnico Eudes Pedro. Os dois estavam no clube desde o ano passado. 

Dimas retornou ao clube em abril do ano passado, após uma passagem pelo Red Bull Brasil, enquanto Eudes desembarcou na Vila Belmiro junto com o técnico Cuca, que deixou o Peixe após o Campeonato Brasileiro de 2018 para tratar de problemas cardíacos. 

Apesar da saída do treinador, o auxiliar técnico optou por permanecer e tinha como função cuidar da transição dos atletas das categorias de base para o elenco profissional.

De acordo com informações obtidas por A Tribuna On-line, a dispensa da dupla se deve a uma readequação econômica realizada pelo executivo financeiro do clube, Fernando Volpato. Antes de Dimas e Eudes, Clóvis Cardoso, coordenador do CT Rei Pelé, e Alexandre Librandi, gerente executivo de patrimônio, já haviam sido dispensados com o aval de Volpato.

Com a saída de Dimas, que cuidava, por exemplo, da negociação de Pablo Perez, do Boca Juniors, a gerência de futebol fica sob responsabilidade do executivo de futebol Renato e do coordenador Diogo Castro. Além disso, a diretoria alvinegra analisa a inclusão de um dos membros da comissão técnica de Jorge Sampaoli no departamento.