Santos demite o técnico Jesualdo Ferreira

Eliminação no Campeonato Paulista pesou na decisão. No comando técnico do Peixe desde janeiro, o português teve apenas 48% de aproveitamento

Jesualdo Ferreira não é mais técnico do Santos. A desclassificação da equipe no Campeonato Paulista contra a Ponte Preta, quinta-feira (30), na Vila Belmiro, e o fraco desempenho no Estadual desagradaram a diretoria, que demitiu o português nesta quarta-feira (5).

A decisão da cúpula alvinegra já vinha sendo discutida desde o final de semana, mas o clube buscava algumas definições para oficializar o desligamento do treinador e da comissão técnica. Todas as questões foram sacramentadas nesta manhã e o comunicado ocorreu em reunião no início da tarde. 

Jesualdo e seus auxiliares foram informados do desligamento no CT Rei Pelé, quando se preparavam para dar mais um treinamento da semana, conforme já havia ocorrido nos últimos dias, visando a estreia no Campeonato Brasileiro.

Ao todo, o treinador comandou o time da Vila Belmiro em 15 partidas e conquistou seis vitórias, quatro empates e cinco derrotas. Aproveitamento de 48%.

Além de Jesualdo, deixam o clube os auxiliares Rui Águas, António Oliveira, Daniel Gonçalves, o preparador físico José Pedro Pinto e o analista de desempenho Pedro Bouças.

No próximo dia 9, o Santos encara o Red Bull Bragantino, na Vila Belmiro, pela primeira rodada do Brasileirão, e a diretoria tentará anunciar um novo treinador antes disso.

Contratado em dezembro do ano passado para substituir Jorge Sampaoli por indicação do gerente de futebol William Thomas, Jesualdo retorna a Portugal sem ter convencido a torcida santista de que poderia manter o nível de futebol que a equipe demonstrou no vice-campeonato brasileiro de 2019.

Tudo sobre: