EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

19 de Outubro de 2019

Jorge diz que falta humildade a palmeirense e reconhece que derrota do 1º turno estava engasgada

O jogador do Santos se referiu ao lateral Diogo Barbosa, do Palmeiras, que teria menosprezado Victor Ferraz

Um dos melhores em campo na vitória do Santos sobre o Palmeiras, por 2 a 0, na noite desta quarta-feira (9), na Vila Belmiro, e pivô de um princípio de tumulto no final do jogo, o lateral-esquerdo Jorge explicou os motivos para o desentendimento e revelou que havia um ressentimento guardado pelo confronto ainda no primeiro turno, vencido pelos palmeirenses por 4 a 0. 

"Nós estávamos conversando sobre o Diogo Barbosa. Ele tem que ficar mais atento na humildade, porque ele não tem nenhuma. O Felipe Melo é uma pessoa incrível, mas se transforma em campo. Já o Diogo deu risadinha para o Victor Ferraz, tocava de letra e dava risada. Hoje (quarta), não fizemos para provocar, o jogo estava acabando, estávamos tocando, normal", disse o lateral-esquerdo em entrevista ao Esporte Interativo.

Jorge também falou sobre o desentendimento com Felipe Melo em campo. 

"Dei um passe para trás e o Felipe Melo me xingou de vários nomes. Fiquei tranquilo. O juiz deve ter acabado o jogo rápido para não expulsar. Mas enfim, temos que comemorar a vitória e descansar para jogar contra o Inter em Porto Alegre", completou o lateral.

Tudo sobre: