Conmebol descarta final da Libertadores entre Santos e Palmeiras no Morumbi

A hipótese foi levantada extraoficialmente nos últimos dias por conta da competição ter dois rivais paulistas na decisão

A final da Copa Libertadores, que será disputada às 17 horas do próximo dia 30 entre Santos e Palmeiras, terá o Maracanã, no Rio de Janeiro, como palco. Segundo o apurado por ATribuna.com.br com um representante de Conmebol, não existe nenhuma chance de o confronto ser transferido para o estádio do Morumbi, em São Paulo. 

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Essa hipótese foi ventilada extraoficialmente nos últimos dias por conta de a competição ter dois rivais paulistas na decisão, e em razão da pandemia do novo coronavírus. 

Entretanto, conforme esse membro da entidade que comanda o futebol sul-americano, a alteração de local nunca foi cogitada dentro da Conmebol. 

Em entrevista coletiva nesta sexta-feira (15), o presidente do Santos, Andres Rueda, disse que não acreditava em tal mudança. "Houve uma conversa, mas nada definitivo. Acho difícil uma mudança na Conmebol aos 45 minutos do segundo tempo", declarou o mandatário alvinegro. 

Santos e Palmeiras se garantiram na decisão da Libertadores após eliminarem Boca Juniors e River Plate, respectivamente, nas semifinais. A final, pela segunda vez na história, será disputada em jogo único. Em caso de empate no tempo regulamentar, haverá prorrogação. Mantida a igualdade no placar, o campeão será conhecido por meio de cobranças de pênaltis.

Tudo sobre: