Com rotina de negociações frustradas, Veríssimo se firma como referência santista

Nas janelas de transferências anteriores, Lucas Veríssimo despertou o interesse de clubes europeus, mas as negociações não avançaram

Um fato recorrente tem marcado as últimas janelas de transferências no Santos. O clube recebe propostas por Lucas Veríssimo, inicia negociações com os interessados, mas a venda não se concretiza. Tem sido assim desde 2018, em um cenário que se repetiu no últimos dias, o que levou o zagueiro a permanecer na Vila Belmiro. E o vai consolidando como referência da equipe.

Clique aqui e assine A Tribuna por apenas R$ 1,90. Ganhe, na hora, acesso completo ao nosso Portal, dois meses de Globoplay grátis e, também, dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

Nas janelas de transferências anteriores, Lucas Veríssimo despertou o interesse de clubes como o Spartak Moscou, o italiano Torino e o Lyon. Dessa vez, foram times do futebol português que buscavam contratá-lo, como Porto, Braga e Benfica. Mas as negociações não avançaram.

Em grave crise financeira, o Santos tinha interesse em negociar Lucas Veríssimo, como uma forma de angariar recursos para minimizar os seus problemas. Só que as conversas se iniciaram tardiamente, não havendo tempo para ser concretizada antes do fechamento da janela, especialmente porque a negociação precisava do aval do Conselho Deliberativo do clube.

Assim, Lucas Veríssimo permaneceu no Santos por ao menos mais alguns meses. E vai ampliando a condição de referência. Além de ser um dos destaques do time, é o quarto jogador do elenco com mais jogos disputados - 174 -, atrás apenas de Pará (230), Alison (226) e Jean Mota (183).

Recuperado de lesão na panturrilha que o afastava da equipe desde o triunfo sobre o Delfin, em 24 de setembro, fez seu retorno ao time na vitória por 2 a 1 sobre o Grêmio, domingo, na Vila Belmiro, pelo Campeonato Brasileiro. E ainda foi um dos destaques do jogo, com segurança defensiva, por suas antecipações e cortes. No fim, quase marcou o seu gol, mostrando que se ficou frustrado por não ter saído, se mantém focado no clube.

Após o duelo, o técnico Cuca revelou ter conversado diretamente com Lucas Veríssimo para motivá-lo. Na avaliação do treinador, o zagueiro pode ser convocado a qualquer momento para a seleção brasileira. E tratou a sua permanência como um importante reforço ao Santos para a sequência da temporada.

"É a terceira vez que isso acontece com o Lucas, imagina como fica a cabeça dele. Ele é diferenciado, na cabeça e na bola. Coloco o Lucas como um dos melhores do Brasil, pela técnica, jogo aéreo e saída de jogo. A Seleção está com ele no radar. É diferenciado. Foi um grande reforço nessa janela. Ele pode até ficar bravo. Mas se não foi dessa vez, pode ser que aconteça em condição até melhor para ele", disse.

Recentemente, Lucas Veríssimo renovou o seu contrato com o Santos até 2024. Nesta temporada, disputou 21 jogos pelo time, sendo um dos seus pilares, com dois gols marcados. O 22º será na quarta-feira, na Vila Belmiro, quando a equipe vai receber o Atlético Goianiense pelo Brasileirão.

Tudo sobre: