EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

11 de Agosto de 2020

Com uniforme laranja, Atibaia repudia associação à prisão de Queiroz

Equipe disputa o Paulista A2 e fez a final da A3 com a Portuguesa Santista em 2018

O Atibaia, time que disputa o Campeonato Paulista da Série A2, se manifestou a respeito da associação do clube à prisão de Fabrício Queiroz nesta quinta-feira (18). O Falcão virou meme na internet por, coincidentemente, jogar de uniforme laranja e ter seu escudo da mesma cor e ser sediado na mesma cidade onde o ex-assessor parlamentar de Flávio Bolsonaro, chamado de "laranja", foi encontrado.

Em nota, o Atibaia repudiou as brincadeiras associativas ao caso político e de polícia, sobretudo após uma publicação feita pelo jornalista Mauro Beting. 

"Somos um clube de futebol, com foto exclusivo no esporte, sem envolvimento em questões políticas e ideológicas. Inclusive, cumpre destacar que o futebol é ferramenta de inclusão social e nós como entidade desportiva temos o dever constitucional e legal de prezar pelo desenvolvimento social do contexto que estamos inseridos e, por consequência, do nosso país", escreveu o clube em comunicado publicado nesta quinta em suas redes sociais.

"O Sport Club Atibaia esclarece que não se opõe à qualquer manifestação política ou ideológica de ninguém. Todavia, o que não aceitamos é que se utilizem da nossa imagem para expor a visão ou alavancar opiniões pessoais sobre ocorrências públicas e de exposição nacional relevante, como é o caso", acrescentou.

O Atibaia foi adversário da Portuguesa Santista na decisão do Paulista A3 de 2018 e derrotou a Briosa. Por terem chegado à final, ambos conseguiram o acesso à A2 naquele ano e, desde então, se mantiveram na segunda divisão estadual.

Confira a nota completa do Atibaia:

 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 
 

Nota de repúdio do Sport Club Atibaia, sobre a atitude do jornalista @maurobetingoficial.

Uma publicação compartilhada por Sport Club Atibaia (@atibaiasc) em

Tudo sobre: