EDIÇÃO DIGITAL

Segunda-feira

10 de Agosto de 2020

Clubes temem não ter elenco em forma para as partidas do Campeonato Inglês

Premier League volta no dia 17 de junho, com Aston Villa x Sheffield United e Manchester City x Arsenal sendo os primeiros jogos

Os clubes que disputam o Campeonato Inglês precisarão ter ao menos 15 jogadores em forma em seu elenco para jogar as partidas restantes do campeonato, assim que a temporada recomeçar. O torneio, interrompido desde março, voltará no dia 17 de junho. Os primeiros jogos serão entre Aston Villa x Sheffield United e Manchester City x Arsenal.

Karren Brady, vice-presidente do West Ham, divulgou novos detalhes da reunião via videoconferência com representantes dos 20 clubes da Premier League. No encontro, todos concordaram em reiniciar a temporada em 17 de junho.

Brady expôs seus temores e preocupações em relação ao reinício do Campeonato Inglês. A vice-presidente do West Ham disse que a última reunião virtual com executivos dos clubes contou com uma longa discussão sobre "o que constitui ter uma equipe adequada o suficiente para competir nos jogos restantes". A maioria das equipes tem nove partidas por fazer e várias delas estão preocupadas com os jogos nesse contexto de pandemia.

"Existem preocupações óbvias e genuínas sobre o que acontece com o resultado da sua partida se o seu clube tiver vários jogadores com teste positivo para coronavírus e em auto isolamento e, como resultado, você simplesmente não pode colocar seu 11 inicial mais forte", escreveu Brady em sua coluna no jornal britânico The Sun. "Alguns clubes já me falarem que tiveram jogadores lesionados, exatamente como se estivéssemos em uma pré-temporada normal. E se o técnico de uma equipe testar positivo, como aconteceu com o técnico do Arsenal (Mikel Arteta) em março?", questionou.

"Bem, desde que o time tenha 15 jogadores saudáveis (incluindo um goleiro) dentro da sua lista de 25 jogadores ou dos seus jovens com menos de 21 anos, você estará apto ter uma equipe em forma o suficiente para cumprir o desafio", revelou a vice-presidente do West Ham.

Na próxima quinta-feira, os clubes vão discutir, em outra reunião, o que poderá ser feito se as equipes não tiverem 15 jogadores em forma em seu plantel ou se a temporada ainda tiver de ser reduzida, levando em conta a possibilidade de o campeonato não ser retomado ou voltar a ser suspenso devido a um novo aumento nos casos de coronavírus na Grã-Bretanha.

"Nesse caso, (de o torneio ser suspenso) a Premier League está recomendando uma fórmula de pontos por jogo para decidir as posições", explicou Brady. "Este é um modelo direto pelo qual um número de pontos da equipe é simplesmente dividido pelo número de partidas disputadas", continuou.

"O número resultante é o número médio de pontos que cada equipe conquistou em cada partida da temporada até agora. E nesse cálculo três equipes serão rebaixadas - que final desolador para a pior temporada da história", analisou a dirigente do West Ham, um dos times que corre sério risco de rebaixamento, uma vez que está na 16ª posição, fora do grupo de descenso apenas por ter melhor saldo de gols que Bournemouth e Watford.

A temporada da Premier League deve terminar até o final de julho, mais de dois meses depois da data originalmente prevista.

Tudo sobre: