EDIÇÃO DIGITAL

Sexta-feira

22 de Fevereiro de 2019

Fora de casa, Corinthians não vai bem e perde para o Novorizontino

Murilo Henrique marcou o único gol dos mandantes aos 39 minutos do segundo tempo

O Corinthians tinha neste domingo a chance de pular da terceira para a primeira posição do Grupo C do Campeonato Paulista. Mas em duelo com o Novorizontino, no estádio Jorge Ismael de Biasi, válido pela sexta rodada, levou um gol no fim do segundo tempo, perdeu por 1 a 0 e se manteve fora da zona de classificação à próxima fase.

O time comandado pelo técnico Fábio Carille segue estacionado com sete pontos, a um de Ferroviária e Bragantino - este último ainda entra em campo nesta segunda-feira, contra o Palmeiras, que perdeu a liderança do seu grupo justamente para a equipe de Novo Horizonte, que foi a 11 pontos, um a mais em relação aos alviverdes.

Na próxima rodada, os corintianos terão um clássico pela frente: recebem o São Paulo em sua arena, às 19h do domingo que vem (17). Antes, porém, farão sua estreia na fase preliminar da Copa Sul-Americana. Também em Itaquera, na quinta-feira (14), encaram o Racing, da Argentina, a partir das 21h30. Já o Novorizontino volta a campo no sábado, novamente em seu estádio, diante da Ponte Preta.

O JOGO - Fábio Carille poupou seis titulares - Manoel, Henrique, Ralf, Jadson, Sornoza e Gustagol -, de olho no jogo pela Sul-Americana. Nos números, controlou os primeiros 45 minutos: o time teve mais posse de bola que o Novorizontino (57,5% a 42,5%), trocou mais passes (259 a 147) e finalizou com mais precisão (2 a 1). No geral, porém, criou pouco. Araós e Mateus Vital ficaram isolados nas pontas, e a bola chegou pouco a Vagner Love e Boselli, que pela primeira vez iniciaram juntos uma partida como titulares.

Em etapa inicial de pouca inspiração, coube a Cássio dar um pouco de emoção ao confronto. Em saída equivocada do gol, foi encoberto de cabeça por Lucas Ramon, que recebera um lançamento longo na ponta direita. A bola passou em frente ao gol corintiano e saiu pela linha de fundo. Com um sorriso amarelo no rosto, o goleiro se desculpou com os companheiros.

O técnico corintiano tentou movimentar sua equipe com três substituições no decorrer da etapa complementar: primeiro, tirou Araos e Mateus Vital, nulos na partida, para apostar em Clayson e Pedrinho, respectivamente. A equipe ganhou mobilidade, mas seguiu com pouco repertório ofensivo. Boselli e Love pouco participavam da partida. Depois, já aos 34, Carille trocou Boselli por Gustagol.

Mas foi o Novorizontino quem conseguiu marcar o gol. Aos 39, Pedro Carmona cobrou falta da direita, Paulinho desviou, Cássio defendeu, e a bola acertou a trave. Na sobra, ela ficou com Lucas Ramonna na esquerda. O lateral tentou cruzar e furou. Insistiu e achou Edson Silva, que cabeceou em cima da zaga. A bola voltou nos pés de Murilo Henrique, que apenas empurrou para dentro. Os jogadores do Corinthians reclamaram de impedimento no primeiro lance, mas a arbitragem o considerou legal e confirmou o gol: 1 a 0.