EDIÇÃO DIGITAL

Sábado

20 de Julho de 2019

Primeiro leão nascido na Baixada Santista, Nanji completa 14 anos

Animal é atração no Parque Ecológico Engenheiro Tercio Augusto Garcia, em São Vicente

O leão Nanji é a principal atração do Parque Ecológico Engenheiro Tércio Augusto Garcia – o Parque Ecológico Voturuá –, em São Vicente, desde 2005. O local abriga o animal, primeiro da espécie nascido na Baixada Santista, desde seu nascimento. No último dia 2, Nanji completou 14 anos, sendo cuidado pela médica veterinária Sandra Perez desde o início.

“Com 30 minutos de vida, ele precisou ser tirado da mãe, Noala, que não tinha habilidade materna e queria atacá-lo. Então, o Nanji não mamou colostro – o primeiro leite materno. Acabou tendo problemas de pele e podia não resistir, por ter imunidade baixa”, ressalta a veterinária.

Dada a situação, o leão precisou de muitos cuidados específicos da equipe do parque. “Ele foi para minha casa, porque tinha que mamar de hora em hora, dia e noite. Eu e um biólogo revezávamos — com autorização do Ibama. Essa rotina durou dois meses”, diz Sandra.

A veterinária diz que desenvolveu uma relação de proximidade com o animal, um verdadeiro laço afetivo, mas tudo pela grade.

Nanji é filho de Nagan, que hoje fica no Zoológico de Americana, no interior de São Paulo, e Noala, que morreu ainda em 2005. Nanji superou as adversidades e cresceu — o animal passa dos 200 quilos. A fim de seguir como uma das atrações principais do Parque por muitos anos, o felino segue dieta rica em proteínas.

O aniversariante tem um irmão mais novo: Naweh, que nasceu em dezembro de 2006. Este também é filho de Nagan, mas com Kiara. Os dois não convivem no mesmo espaço.

“Como os dois são de linhagens diferentes, cada um defende seu território. Então, ficam separados”, explica a médica veterinária.

Para visitar os leões, é possível adquirir ingressos para o Parque, que fica na Rua Dona Anita Costa, s/nº, Vila Voturuá, custa R$ 2,00. Crianças até cinco anos e idosos a partir de 60 anos não pagam. Crianças de 6 a 11 anos pagam meia-entrada.