EDIÇÃO DIGITAL

Quinta-feira

6 de Agosto de 2020

Com restrições, shopping de São Vicente abre as portas nesta segunda-feira

Brisamar estabelece uma série de regras para receber os clientes das 12 às 18 horas

O Brisamar Shopping, de São Vicente, volta a funcionar nesta segunda-feira (8), às 12 horas, e será o primeiro estabelecimento do tipo na Baixada Santista a reabrir as portas depois do início do isolamento social realizado devido à pandemia do novo coronavírus. Foram quase 80 dias de portas fechadas. A reabertura faz parte da segunda etapa de flexibilização na Cidade.

Para o retorno das atividades, foram adotados protocolos rígidos de higiene contra a Covid-19 (confira os detalhes no quadro). Quem for ao shopping terá de passar por cabine de descontaminação, aferição de temperatura e aplicar álcool em gel nas mãos antes de entrar no centro de compras. E, claro, utilizar máscaras.

Essas são apenas algumas das medidas adotadas que garantiram à empresa o selo Safe Guard - um atestado do Bureau Veritas, grupo internacional que atua em certificações nas áreas de qualidade, segurança e saúde ocupacional.

A certificação prevê a segurança sanitária de clientes e colaboradores. São medidas de higienização, distanciamento social, limpeza e desinfecção de áreas, entre outros, explica a superintendente geral dos shoppings do Grupo Mendes, Mariane Doconski.

“Você segue vários protocolos para conseguir esse selo. Há toda uma preparação, porque é preciso cumprir uma série de medidas, desde práticas de sinalização, segurança sanitária para colaboradores e clientes, distanciamento e orientações. Depois, eles visitam, fazem auditorias e dão a certificação”, explica Mariane.

Área das mesas na praça de alimentação foi cercada (Foto: Alexsander Ferraz/AT)

Detalhes

Para obter o Safe Guard, por exemplo, é verificada a existência de planejamento para prevenção contra infecção, visando a proteção de funcionários, e se há plano de atuação caso um trabalhador teste positivo.

Também é avaliada a organização para descontaminação de setores e estruturas com os quais qualquer pessoa infectada pode ter entrado em contato.

“Temos cabines nos acessos de funcionários e de clientes. Há ainda o protocolo de sanitização de ambiente, que ocorre antes da abertura e durante o expediente do shopping, em áreas de maior contato, onde são usados produtos específicos”.

O shopping também adotou protocolos para distanciamento, como medidas de espaçamento entre pessoas especificadas por display, marcação de pisos ou instruções gerais.

“Em locais de potencial formação de filas, por exemplo, a gente demarcou o distanciamento no piso. O mesmo ocorreu na escada rolante. Nos elevadores, priorizamos o uso para pessoas com deficiência”.

Nas lojas, haverá limite de pessoas, conforme legislação municipal. “E tudo será sinalizado. O cliente saberá quantas pessoas podem estar ali. A ideia é que todos nos ajudemos. Se ele verificar que o local já atingiu a capacidade, dará uma volta e retornará depois”.

O sistema de ar-condicionado passou pelo crivo dos especialistas para checar se está de acordo com as exigências locais e as recomendações da Organização Mundial de Saúde (OMS).

Outro ponto de atenção está relacionado à pagamento, diz a superintendente, com a higienização das máquinas de pagamento e até de cartão de estacionamento. "A gente prioriza, nesse momento, o pagamento com cartão para evitar o contato excessivo. No estacionamento, por exemplo, um sensor já emitirá o cartão para evitar o acionamento do botão. A ideia é que todos colaborem para que a gente tenha uma volta segura e sustentável”.

Como será

Regras gerais

Para abrir as portas, o shopping seguirá protocolos de higienização que contam com certificação Safe Guard. O atendimento ao público será das 12 às 18 horas. 

entrada será controlada. As pessoas somente terão acesso ao estabelecimento pela Rua Frei Gaspar. Já os veículos entrarão pelo estacionamento G5. Já a saída acontecerá somente pelo estacionamento G5 e pela Rua Jacob Emmerick.

s pessoas terão de passar por uma cabine de descontaminação. Depois, será aferida a temperatura e disponibilizado álcool em gel 70%. Dispensers do produto também estarão espalhados pelo shopping.

Os provadores serão interditados e não haverá permissão para prova de vestuário, calçados e acessórios. Não será permitido disponibilizar cadeiras para os clientes, mesinhas/brinquedos infantis ou qualquer material que gere aglomeração.

Funcionários de lojas e quiosques que atuam com colocação de películas e venda de capinhas de celular deverão utilizar equipamento de proteção individual (EPI) completo (luvas, máscara e viseira).

Lojas com mais de 300 m deverão manter pelo menos um funcionário na porta para controle de acesso das pessoas, evitando aglomerações e também para higienizar as mãos dos clientes com álcool em gel.

Todas as lojas e quiosques devem higienizar seus ambientes, em especial equipamentos como balcões, teclados e máquinas de cartões após cada uso. 

Área de alimentação 

Será proibida a permanência de pessoas para se alimentarem no local, sendo permitido apenas delivery e retirada. Todas as mesas e cadeiras de cafés serão retiradas e as da praça de alimentação estarão isoladas.

Funcionários deverão utilizar luvas e manter a máscara colocada durante todo o tempo. Funcionário que manuseia dinheiro não poderá entrar em contato com alimentos e vice- versa.

Cada estabelecimento é o responsável por observar a demarcação no piso e orientar os clientes para que respeitem o distanciamento de 1,5 metro.

Saúde e beleza

Não será permitido mostruário de cosméticos ou perfumes. Todo equipamento deverá ser desinfetado a cada uso. Funcionários terão de usar EPI de acordo com sua função. Será preciso manter distanciamento mínimo de 1,5 metro entre os clientes e em relação ao balcão de atendimento.

Mais recomendações

O horário de acesso diário e permanência é das 9 às 19 horas. Colaboradores do grupo de risco devem continuar mantendo o isolamento social.

Funcionários que apresentarem sintomas suspeitos da covid-19 não poderão entrar no shopping e deverão procurar a unidade de saúde mais próxima.

Todos os lojistas precisam verificar com frequência a limpeza e manutenção do sistema de ar-condicionado de sua loja. Todos os colaboradores devem usar máscara e o lojista precisará fornecer álcool em gel para toda a equipe.

A entrega de mercadorias deve ocorrer somente com horário marcado.

Tudo sobre: