EDIÇÃO DIGITAL

Terça-feira

18 de Junho de 2019

Domingo de Ramos dá início à Semana Santa

Em toda a Baixada Santista haverá missas solenes e procissões até o Domingo de Páscoa

Em um domingo chuvoso, a missa do Domingo de Ramos chamou fiéis de toda a Baixada Santista para dar início à Semana Santa.

O período vai até o Domingo de Páscoa, com missas solenes e procissões em mais de 50 paróquias da região. Um dos lugares a receber os religiosos é a Catedral de Santos, no Centro. Ontem, com a igreja lotada, o bispo diocesano de Santos, dom Tarcísio Scaramussa, presidiu a celebração de Ramos.

“É muito importante estar presente na principal data da Igreja Católica, quando celebramos a morte e a ressurreição de Jesus Cristo”, afirmou a recepcionista Ana Cecilia Campos Rodrigues, que assistiu à missa.

Todos estavam carregando ramos, até José Miguel, de 3 anos, que abanava as folhas com um grande sorriso no rosto.

Sua mãe, Edna Soares da Silva, conta que sempre leva o filho para as missas e sente que a Semana Santa é o momento certo para mostrar sua gratidão. “Tenho muita fé e acredito que não adianta só pedirmos, precisamos agradecer”.

A celebração marca a entrada triunfal de Jesus em Jerusalém, dias antes de sua crucificação, com muitos ramos espalhados pelo ambiente, simbolizando a vitória e a união com Cristo. A Semana Santa representa o mistério da paixão, morte e ressurreição de Jesus.

Salvar a todos

A festa relembra as passagens finais de Cristo na bíblia e ensina a os fiéis a necessidade de aplicar o amor no dia a dia. O bispo diocesano destacou a importância das celebrações e do apego à fé para a humanidade, em tempos tão difíceis como os atuais. “A religião é uma busca por realizar o melhor que existe na criatura humana. Jesus não veio só para o cristão ou o católico, veio para salvar todos, deu sua vida e derramou seu sangue por todos nós. Isso pode ser visto como uma missão de realizar e buscar a paz entre as pessoas”.