Prefeitura de Peruíbe entrega mais de 32 mil cestas básicas durante pandemia

Mantimentos foram entregues para munícipes que sofreram economicamente com as medidas de isolamento social desde o início da pandemia de coronavírus

A Prefeitura de Peruíbe divulgou, nesta quarta-feira (8), que já entregou mais de 32 mil cestas básicas para os munícipes que mais sofreram economicamente com as medidas de isolamento social desde o início da pandemia de coronavírus. 

Segundo a administração municipal, no início da quarentena, a Secretaria de Assistência Social montou, em abril, uma central de atendimento telefônico com nove linhas, um aplicativo e também uma busca ativa nas regiões isoladas, para que as famílias em maior situação de vulnerabilidade social. 

Por meio dessa ação foram contemplados, idosos que não possuem BPC (Benefício de Prestação Continuada), portadores de mobilidade reduzida, portadores de síndrome de Down e autistas, que não possuem BPC, mães que estejam amamentando em situação de vulnerabilidade social, comunidades indígenas de toda a cidade e comunidades isoladas.

De acordo com o secretário Marcelo Lourenço, a Prefeitura também recebeu apoio estadual por meio do programa Alimento Solidário. “No final de abril recebemos do Governo do Estado o repasse de 5.039 cestas básicas para serem distribuídas aos beneficiários do Bolsa Família com renda média de R$ 89. Essa distribuição nos gerou grande preocupação, pois o grande desafio era efetuá-la de forma a não causar aglomerações.”

Em maio, o município foi contemplado com mais 1.771 cestas básicas do Alimento Solidário, que foram distribuídas seguindo os mesmos padrões adotados. “Para o mês de junho efetuamos um novo cadastramento para todas as famílias que não foram contempladas nas ações anteriores e atualizamos os dados a fim de realizarmos uma segunda entrega de cestas a todas as famílias que já estavam no cadastro da ação de Prefeitura”.

Segundo o secretário, foram compradas mais 3.000 cestas pela Prefeitura, que serão entregues a todos que foram cadastrados pela Prefeitura no mês de abril e para os novos cadastros efetuados em junho.

Na Educação, a Secretaria municipal promoveu a entrega, pelo terceiro mês consecutivo, de “kit de alimentos” por meio de uma versão do programa “Merenda em Casa”. Segundo a secretária Débora Gallo, o universo escolar se organizou com atividades voltadas para além da conquista de aprendizagens, garantindo uma política de segurança alimentar para as crianças da Rede Municipal de Ensino.

Tudo sobre: