Peruíbe faz aniversário nesta quinta-feira

Cidade completa 62 anos de emancipação político-administrativa, e faz programação de comemoração reduzida por conta da pandemia

Peruíbe comemora nesta quinta-feira (18), os seus 62 anos de emancipação político-administrativa. As comemorações estão acontecendo através de entregas à população, como unidades escolares. “Nessa semana de aniversário, quem ganha é a população", disse o prefeito Luiz Mauricio (PSDB).

Respeitando os cuidados preconizados para evitar o contágio através do novo coronavírus, a programação de aniversário é reduzida. As tradicionais programações com shows, bolo para a população e sessão solene na Câmara não acontecerão por conta da pandemia. Pela manhã houve o hasteamento da bandeira na Praça da Matriz. Logo em seguida, a Missa de Ação de Graças na Paróquia São João Batista.

Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!

A cidade

Peruibe faz parte da microregião de Itanhaém. A população estimada, de acordo com o IBGE em 2010, é de 59.793 habitantes, ocupando uma área de 326 km². O nome, segundo o intelectual Silveira Bueno, tem origem indígena, e significa 'no rio dos tubarões', pela junção dos termos tupis iperu (tubarão), ‘y (rio) e pe (em). Há, porém, alguns documentos, que digam que o nome estaria associado ao modo como José de Anchieta se referia ao lugar, chamando-o de 'Tapirema do Peru', por suas semelhanças com a região peruana, onde os jesuítas tinham tido dificuldades com a catequese.

E a história de Peruíbe está mesmo ligada ao estabelecimento dos padres jesuítas na região. Padre Leonardo Nunes chegou já em 1.549 e cinco anos depois foi a vez de José de Ancheita. Periúbe também é local de sítios arqueológicos, como as ruínas do Abarebebê, identificada como a primeira igreja do Brasil; ruínas do Guarauzinho, na praia de mesmo nome, onde habitou Pero Corrêa e sítios Piaçaguera (I, II e III), na área de Taniguá, próxima a Abarebebê, com vestígios do início do povoado no local.

Praia do Caramborê é uma das atrações em Peruíbe (foto: Divulgação/PMP)

Belezas Naturais

Peruíbe tem 32 km de litoral, com belas praias e baixos índices de poluição. Um pouco antes de chegar à Barra do Una, na estrada Guaraú-Barra do Una encontra-se a bela praia do Caramborê, com aproximadamente 550 metros de extensão. Em direção ao sul a paisagem torna-se ainda mais natural, com o Costão e sua famosa ducha natural.

Dentro da Jureia são dezenas de praias preservadas e praticamente intocadas, de beleza única, como a Desertinha, Tatuíra, Guarauzinho, Baleia, Arpoador, Parnapoã, Brava, Juquiazinho, Preta e Barra do Una já na divisa com Iguape. As cachoeiras do rio do Ouro, Guanhanhã, Vilão e Antas, as corredeiras do Perequê e do Paraíso, esta com seu tobogã e piscinas naturais, completam a natureza.

Lama Negra

As riquezas naturais de Peruíbe vão além das belíssimas praias e cachoeiras, e da paisagem exuberante da Estação Ecológica Juréia-Itatins. A Lama Negra de Peruíbe também é atração tradicionalmente conhecida por munícipes e turistas por suas propriedades terapêuticas, dermatológicas, antialérgicas e antissépticas. Ela é rica em propriedades medicinais, e procurada por moradores e turistas há mais de 30 anos.

A Lama Negra é formada a partir de uma substância argilosa de origem marinha depositada em depressões no fundo do mar, há mais de 120 mil anos, devido a um movimento geológico. A jazida do município fica localizada a 500 metros do mar, distribuídas em cinco hectares.

Tudo sobre: