Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

México 70 de São Vicente é cenário de filme selecionado no Festival Olhar Periférico

Festival de Cinema Olhar Periférico começa nesta segunda (2) buscando retratos das periferias do Brasil

Por: Agência Brasil  -  01/08/21  -  11:18
 Festival Olhar Periférico celebra diversidade nas comunidades do Brasil
Festival Olhar Periférico celebra diversidade nas comunidades do Brasil   Foto: Divulgação

Começa nesta segunda-feira (2), a primeira edição do Festival de Cinema Olhar Periférico. Até 15 de agosto, os 33 curtas-metragens selecionados serão exibidos na plataforma online Cultura em Casa. As produções, em diversos gêneros, como documentário, ficção e animação, retratam as periferias de diversos estados brasileiros. Entre eles, há um retrato da favela do México 70, em São Vicente, uma das maiores favelas da América do Sul.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


A mostra competitiva é dividida em quatro categorias: Olhar Feminino, Olhar Diversidade, Olhar Jovem e Todos os Olhares. “Você pensa que são filmes de denúncia. Tem também, claro, existem filmes que retratam o universo da moradia, da luta de classe, mas o interessante do Olhar Periférico é justamente mostrar as fantasias, a ficção que existem nessas produções”, aponta o diretor do Festival, Eduardo Santana.


A seleção dos filmes foi feita a partir de 503 inscrições. “Foi uma surpresa”, revela Santana. Ele explica que o objetivo inicial era ter um mapeamento das produções brasileiras. “E conseguimos, conseguimos no resultado final dessas 33 produções representantes de todos os estados”. Estão contempladas obras audiovisuais dos seguintes estados: Bahia, Goiás, São Paulo, Paraná, Rio Grande do Norte, Ceará, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul, Pernambuco, Paraíba, Pará, Sergipe e Santa Catarina.


Além da competição, o festival terá uma mostra especial com exibição de oito longas-metragens premiados que retratam as periferias. Os filmes selecionados para a Mostra Cult ficam disponíveis por 24h ou 48h na plataforma Cultura em Casa. O evento terá também um sarau 100% online com artistas selecionados em São Paulo. “Temos cantores, repentistas, cordelistas, drag, uma diversidade muito grande do olhar periférico”, enumera o diretor.


O nome dos premiados da mostra competitiva será divulgado no dia 14 nas redes sociais do festival. A escolha será feita por um júri técnico composto pela montadora de cinema Cristina Amaral, pela diretora de festivais Monica Trigo, pelo cineasta Matheus Rufino, pelo ator Francisco Gaspar e pela gestora cultural Paula Ferreira. O vencedor ganhará o Troféu Olhar Periférico. Confira a programação completa no site do festival.


Logo A Tribuna