Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Susana Vieira tenta evitar depressão na quarentena: 'Ainda vou transar muito'

Atriz reclamou ter se sentido morta em alguns momentos do isolamento, mas que tem pensado em sexo para evitar a depressão

Por: Por ATribuna.com.br  -  17/02/21  -  13:30
Atualizado em 17/02/21 - 14:09
Susana Vieira comenta a angústia vivida no isolamento e acredita que terá muito romance pós pandemia
Susana Vieira comenta a angústia vivida no isolamento e acredita que terá muito romance pós pandemia   Foto: Reprodução/Rede Globo

Susana Vieira afirmou desabafou sobre as angústias da quarentena em entrevista ao programa Conversa com Bial na madrugada desta quarta-feira (17). Segundo a atriz, a quarentena do coronavírus deu a ela a sensação de estar morta por conta de não ter conseguido fazer nada do que ama.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


O apresentador lamentou o fato de que a artista de 78 anos não pôde comemorar como gostaria os 60 anos de trabalho na TV e os 50 na Globo. Em resposta, Susana relatou que foi difícil sobreviver à quarentena. "Eu me senti várias vezes existencialmente, figurativamente, como se eu tivesse morrido. Porque o fato de eu enxergar, eu ouvir, eu comer, eu tomar banho, não tinha o menor sentido porque não era pra nada, eu não ia chegar a lugar nenhum. O que eu mais senti foi o sentimento de estar morta", garantiu.


Desde o remake de Éramos Seis, seu último trabalho na TV antes da pandemia, ela não tem feito nada. A falta de trabalho aumentou a depressão, mas Susana revelou uma estratégia inusitada para combater a angústia. "Eu ainda acho que vou transar muito, ainda acho que vou beijar muito na boca. Ainda acho que alguém vai me abraçar muito e dizer que sou gostosa. [...] Isso dentro de mim não me deixou morrer em vida", confessou. Até Bial pediu permissão para chamar a atriz de gostosa, em tom de brincadeira.


Falando sobre idade, Susana deixou claro que não se importa com o avançar dos anos e não enxerga a velhice como um fim. "Não estou aqui a passeio, tô aqui num passeio sério".


*Com informações do UOL


Logo A Tribuna