Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

MC Maylon diz tentar suicídio após suposto estupro: 'Tentei me matar duas vezes'

Cantor acusa Anderson Leonardo, vocalista do Molejo, de estupro; caso segue em investigação

Por: Por ATribuna.com.br  -  15/02/21  -  18:07
Atualizado em 15/02/21 - 18:20
MC Maylon acusa Anderson Leonardo de estupro e alega ter sofrido fortes traumas emocionais
MC Maylon acusa Anderson Leonardo de estupro e alega ter sofrido fortes traumas emocionais   Foto: Reprodução/Twitter

MC Maylon e Anderson Leonardo, vocalista do Molejo, foram os entrevistados do jornalista Roberto Cabrini na última edição do Domingo Espetacular, que foi ao ar no último domingo (14). Durante sua entrevista, o MC revelou que tentou se matar duas vezes após suposto crime. Ele acusa Anderson Leonardo de estupro.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


"Eu não estava bem. Tentei me matar duas vezes, fui entrando em depressão", disse MC Maylon. O dançarino reforçou sua versão dos acontecimentos no dia do suposto crime. "Ele bateu no volante e falou: 'você está desconfiado do pai?'. Ele falou: 'sou uma pessoa pública, as pessoas não podem me ver", conta.


Maylon revelou que no quarto, insistia para o pagodeiro parar, pois ele era virgem. O artista chamava Anderson de "pai", além de ter uma tatuagem do músico no braço."A única coisa que eu falava para ele era: 'pai, para. Pai, eu sou virgem'. Ele agarrou no meu braço e começou uma briga corporal entre eu e ele".


Anderson segue negando as acusações. Na mesma entrevista, disse que a relação entre ele e Maycon foi consensual. "Foi tudo permitido. Eu gosto de pessoas e sou um cara que não sou preconceituoso. Não pode-se dizer que sou gay nem que sou bi".


O cantor também disse não estar preocupado com o resultado do laudo de evidências entregues pelo dançarino. Na ocasião, Maylon deixou uma cueca que usava na noite do evento descrito, que estaria suja de sangue e esperma de Anderson. O crime teria ocorrido em 11 de dezembro de 2020.


*Com informações do jornal O Dia


Logo A Tribuna