Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Marilyn Manson é acusado de abuso sexual por ex-noiva: 'Cansei de viver com medo'

Atriz Evan Rachel Wood revela que o cantor é perigoso e capacitado por muitas indústrias; relacionamento durou um ano

Por: Por ATribuna.com.br  -  01/02/21  -  15:58
Evan Rachel Wood, ex-noiva de Manson, o acusou de anos de abusos
Evan Rachel Wood, ex-noiva de Manson, o acusou de anos de abusos   Foto: Reprodução/Instagram

Após revelar ter sido vítima de estupro e agressões sem nomear seu abusador, a atriz Evan Rachel Wood declarou em seu perfil do Instagram nesta segunda-feira (1) que seu abusador é o cantor Marilyn Manson. O ex-casal viveu um relacionamento de quatro anos, entre 2006 e 2010, e chegaram a ficar noivos.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


“O nome do meu agressor é Brian Warner, também conhecido mundialmente como Marilyn Manson. Ele começou a seduzir quando eu era adolescente e abusou terrivelmente de mim durante anos. Fui submetida a uma lavagem cerebral e manipulada até a submissão".


"Cansei de viver com medo de retaliação, calúnia ou chantagem. Estou aqui para expor este homem perigoso e convocar as muitas indústrias que o capacitaram, antes que ele arruíne mais vidas. Eu fico com as muitas vítimas que não ficarão mais em silêncio", declarou a atriz em seu relato.



A primeira vez que Rachel mencionou ter sido vítimas de abusos foi em 2016, segundo a revista Variety.Em fevereiro de 2018, a atriz foi uma das três mulheres que testemunharam perante o Congresso sobre experiência com agressão sexual, na tentativa de expandir a Declaração de Direitos dos Sobreviventes de Violência Sexual para além do nível federal e em todos os 50 estados.


Na época, especulou-se que o agressor a quem ela se referiu era o músico, mas Rachel nunca comentou o assunto.“Quero que o Congresso entenda que a agressão sexual e o estupro têm efeitos duradourosna saúde e bem-estar. É o trauma que continua após o próprio ato que é opressor. Os sobreviventes também não devem ser forçados a pular obstáculos para responsabilizar seus agressores", disse a atriz em comunicado a CNN.


Além de Rachel, a atriz Dita Von Teese também teria dado indícios de que Marilyn Manson era um homem violento. Dita também foi casada com o cantor por pouco mais de um ano. O relacionamento terminou em dezembro de 2006, por "diferenças irreconciliáveis".


*Com informações do jornal O Globo


Logo A Tribuna