Logo A Tribuna
ASSINE
Icone usuario ENTRAR
CLUBE IMPRESSO ACERVO ASSINANTE

Maestro espanhol e cinema paulista são destaques no canal Cultura Santos

A série 'Falando em Coro' traz um bate-papo com o regente espanhol David Goméz-Ramírez, e capítulo do ciclo 'Cineastas Paulistas'

Por: Por ATribuna.com.br  -  15/02/21  -  21:47
O regente espanhol David Goméz-Ramírez fala nesta terça-feira (16)
O regente espanhol David Goméz-Ramírez fala nesta terça-feira (16)   Foto: Divulgação/PMS

Música e cinema entram em pauta esta semana no canal Cultura Santos. Apresentado por Nailse Machado, maestrina do Coral Municipal de Santos (CMS), a série 'Falando em Coro' traz, nesta terça-feira (16), às 12h, um bate-papo com o regente espanhol David Goméz-Ramírez. Já na quarta-feira (17), no mesmo horário, vai ao ar o terceiro capítulo do ciclo 'Cineastas Paulistas', do Cine Clube Pagu On-line, que fala sobre Ugo Giorgetti.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


Falando em Coro


Nascido em Sevilha, onde iniciou os estudos aprendendo piano, trompete, regência e composição, David Goméz-Ramírez começou a compor e atuar como regente muito cedo. Trabalhou com diversos maestros e estudou na Espanha, França e Rússia, com graduação nestes três países. O maestro já conduziu e dirigiu grupos como Hanoi Philharmonic Orchestra, Banda Sinfónica Municipal de Sevilla, Vietnam National Opera and Ballet e assinou a direção musical da peça 'Luisa Fernanda', no Teatro de La Zarzuela.


No vídeo da série 'Falando em Coro', David faz um relato breve sobre sua carreira e aborda as soluções que adotou para seguir atuando na música durante o período de isolamento e distanciamento social.


Cineclube Pagu


O crítico de cinema Marcelo Pestana apresenta e reflete sobre as principais obras do cineasta Ugo Giorgetti. Nascido em junho de 1942, em São Paulo, iniciou seus estudos em Filosofia, mas não chegou a concluir a graduação. Logo teve seu interesse por cinema despertado através dos movimentos do Neo-Realismo italiano e da Nouvelle Vague francesa.


Entre as décadas de 1966 e 1980 trabalhou e dirigiu diversos filmes publicitários e, paralelamente, realizou seus primeiros filmes para o cinema: 'Campos Elíseos' (1973) e 'Rua São Bento, 405 – Edifício Martinelli' (1976). Giorgetti também assina a direção de 'Quebrando a Cara', documentário sobre o pugilista Éder Jofre, que levou quase 10 anos para ser finalizado, e filmes como 'Sábado', 'Boleiros – Era uma vez o futebol', Uma Outra Cidade', 'O Príncipe' e 'Uma Noite em Sampa'.


Logo A Tribuna