Escritor de Guarujá vira destaque com livro entre os mais vendidos da Amazon

A obra apresenta uma reflexão sobre a mudança na forma dos indivíduos de habitarem os espaços físicos, com destaque para a transformação do local de vivência do homem

Por: Egle Cisterna  -  18/08/20  -  11:52
Depois do sucesso de Cidadelas & Muros, Gossn já tem um novo projeto em mente
Depois do sucesso de Cidadelas & Muros, Gossn já tem um novo projeto em mente   Foto: Divulgação

Um dos livros mais vendidos pela Amazon nas últimas semanas na categoria de História da Civilização, foi concebido dentro dos bancos universitários de Santos por um morador do Guarujá. O mestre em Direito Ambiental Alexandre Gossn acaba de lançar Cidadelas & Muros: como o ser humano se tornou um animal urbano, pela editora Autografia.


A obra apresenta uma reflexão sobre a mudança na forma dos indivíduos de habitarem os espaços físicos, com destaque para a transformação do local de vivência do homem, que antes da contemporaneidade vivia em aldeias nas florestas, bosques, savanas e ambientes rurais, e, atualmente, está predominantemente em centros urbanos.


A ideia do livro surgiu durante o mestrado que Gossn fazia na Universidade Católica de Santos (UniSantos), onde pretendia traçar um paralelo entre os feudos medievais e os condomínios fechados de hoje.


Depois de 30 meses de pesquisa, em livros e visitando várias cidades e museus pelo mundo, com os dados em mãos, o autor percebeu que as cidades medievais seriam apenas um capítulo de sua tese e o foco seguiu pelo processo de criação das cidades. “Foi meu orientador, o professor José Marques Carriço, que me aconselhou a fazer um livro neste sentido”, lembra ele.


No trabalho, o autor faz uma análise multidisciplinar do processo social, antropológico, biológico, histórico e cultural que fez com que se levasse à construção de cidades e que tornou o home um animal urbano.


“O grande pulo do gato foi mesclar ciências humanas com ciências biológicas. O pessoal de humanas tem dificuldade em aceitar o homem com um animal. Mas trata-se de uma abordagem multidiciplinar, pois as cidades são fenômenos”, explica ele. “São dados que estiveram em nossos narizes este tempo inteiro, mas faltava alguém para os depurar, organizar e apresentar”, define.


Estar entre os livros de sua categoria no site da Amazon foi uma surpresa para o autor, que no ano passado lançou seu primeiro livro, Liberdade, Metamoralidade & Progressofobia. “Acho que foi como uma caixa de ressonância, que pegou algo do inconsciente coletivo daquilo que as pessoas querem saber”, avalia ele.


Projeto ampliado


A intenção do autor agora é trazer a discussão do livro para o espaço virtual com o projeto Ilumina, numa referência ao Iluminismo, onde Gossn pretende trabalhar com escolas e estimular a produção de textos de jovens estudantes.


Depois do sucesso de Cidadelas & Muros, Gossn já tem um novo projeto em mente que escreveu durante a pandemia: um novo livro que deve apresentar um paralelo entre o surgimento do fascismo e a gripe espanhola e o fascismo atual e o coronavírus.


O autor também prepara três curtas-metragens baseados em seus livros, que servem de bússola para suas obras, que devem ser lançados em breve.


Tudo sobre:
Logo A Tribuna