Clássica Fleetwood Mac é sucesso em "O Sétimo Guardião", da Globo

"Rumours" e "Tusk" estão bem representados na coletânea "50 Years – Don’t Stop"

Por: Lucas Krempel  -  28/11/18  -  13:04
  Foto: Divulgação

Trilhas de novelas da Globo sempre marcam época. Por vezes colocam holofote em um novo artista (lembram do nosso Blow Up em Anjo Mau?), outras destacam alguém já em evidência. Mas também nos fazem recordar artistas que seguem na ativa e com carreira impactante no mundo todo. Nesse último ponto, a Fleetwood Mac é a bola da vez. The Chain é a faixa de abertura de O Sétimo Guardião.


Para os mais experientes, a banda dispensa apresentações. Sem dúvida alguma, o Fleetwood já embalou muitos romances e bailes, principalmente nos anos 1970 e 1980. Para os mais novos, uma vaga lembrança ou a sensação de “já ouvi essa música, mas não sabia que era deles”. Compreensível!



Uma boa pedida para entender a trajetória desse grupo anglo-britânico é a coletânea 50 Years - Don’t Stop, que acaba de chegar nas plataformas de streaming e em formato físico, com 20 canções.


Na versão disponibilizada digitalmente, 50 faixas percorrem toda a trajetória da banda, desde os primórdios, quando ainda era fortemente influenciada por blues, até os singles mais badalados.


Dois dos discos mais populares da banda, Rumours (1977) e Tusk (1979), estão bem representados na coletânea. Rumours, que ganhou uma edição comemorativa de 40 anos, está com as belas Dreams, Never Going Back Again, Don’t Stop, Go Your Own Way, You Make Loving Fun, além da já citada The Chain.


Em sua coluna no Blog n’ Roll, da A Tribuna On-line, o amigo Ricardo Amaral resumiu bem o clássico: “Rumours eternizou o Fleetwood Mac como a terceira banda mais influente dos anos 1970, ficando atrás apenas do Led Zeppelin e do Queen. É um disco definitivo, daqueles em que o espírito ou a alma de uma banda a consagra e a difere de quaisquer outras”.


E as conquistas de Rumours não o deixam mentir. É um disco vencedor do Grammy e detentor do maior número de cópias vendidas em menos espaço temporal. É o único a bater este recorde, até de Thriller, de Michael Jackson.


Tusk, o seu sucessor, também aparece bem representado, com destaques óbvios para Sara e Not That Funny.


Atualmente, a banda tem em sua formação Mick Fleetwood, John McVie, Stevie Nicks e Christine McVie, além dos recém-chegados Mike Campbell e Neil Finn. Eles estão em turnê na América do Norte até o dia 6 de abril de 2019. Depois será a vez da Europa. Vamos torcer por uma visita ao Brasil. O Fleetwood nunca visitou o País.


Logo A Tribuna