Autor escreve livro sobre histórias românticas ouvidas nas ruas de Santos

Na avenida Ana Costa, durante um ano, Michael Xavier coletou as histórias de quem quisesse contar; agora, está tudo em livro

Por: Júnior Batista  -  13/04/21  -  20:30
Michael Xavier, no bairro Gonzaga
Michael Xavier, no bairro Gonzaga   Foto: Arquivo Pessoal

Um projeto que começou como experimento social em 2016 ganhou corpo em forma de livro. A publicação Escuto Sua História de Amor, do estudante de letras e músico Michael Xavier, de 25 anos, conta 13 histórias românticas que ele ouviu nas ruas de Santos.


Clique e Assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe acesso completo ao Portal e dezenas de descontos em lojas, restaurantes e serviços!


O jovem foi para a Avenida Ana Costa, no Gonzaga, com um caderno e dois banquinhos ouvir os contos, dramas e histórias das pessoas. O experimento acabou rendendo mais de 100 histórias, ao longo de um ano.


A ideia brotou após Michael ver o clipe Só Sei Dançar com Você, da cantora santista Tulipa Ruiz. Na história, um homem vai para a Avenida Paulista, em São Paulo, ouvir histórias de amor de desconhecidos que passam pela rua.


Ele, então, fez uma postagem no Facebook sugerindo fazer o mesmo e se assustou com o engajamento. Foram mais de 500 compartilhamentos no primeiro dia, o que o deixou bastante empolgado. “Comecei indo três dias, depois fui todos os sábados ao longo de um ano. Muitos nem contavam histórias, acabavam mesmo desabafando. Teve de tudo, até uma história engraçada de um cara dizendo que casou com a Xuxa”, lembra.


Fazer a diferença


As histórias foram registradas num pequeno caderno, em tópicos. Na época, ele não tinha computador e escrevia as histórias na mesma semana em que as registrava, para não esquecer. “Para o livro, selecionei algumas que fariam diferença na vida das pessoas. São histórias reais, que eu espero que façam as pessoas refletirem sobre o que é amor, como é essa relação”, diz, avisando que não se trata de um livro de amor romântico e sim de um livro de histórias.


Dentre as histórias mais comoventes, Michael relembra a de uma moça que se apaixonou por um amigo. “Os amigos em comum ficavam forçando para que ficassem juntos e isso acabou separando-os”, relembra. Às lágrimas, a moça revelou a Michael o seu arrependimento. “Tempos depois, ela recebeu a informação de que ele havia morrido”.


Outra história, considerada por Michael bastante inusitada, é a de uma outra moça, que trabalhava em um navio e namorava um oficial italiano. Em uma das viagens, ela teve um relacionamento com um passageiro e engravidou. “O oficial italiano não olhou mais na cara dela. Mas a história tem muitas idas e vindas, nem começo falando de navio”, faz mistério.


Orientação e revisão


Na época da coleta das histórias, o estudante de Letras teve a orientadora como revisora. Depois de tudo formatado, ele conseguiu uma editora independente de São Paulo, chamada Grandir, para lançar o livro. A arte da capa ficou a cargo do artista Emílio Baraçal. “Agora está pronto”, sorri. Por conta da pandemia, o lançamento ocorreu de maneira virtual, semana passada. Mais informações sobre o livro, veja em destaque.


Quem ficou interessado e curioso pode procurar o autor. A página do livro está no Facebook.


Logo A Tribuna