Luminária na sala de jantar: aprenda a escolher o modelo ideal e como instalá-lo

Arquitetas Eduarda Negretti e Nathalia Lena, do escritório Lene Arquitetos, dão dicas importantes

Por: Stevens Standke  -  19/06/22  -  14:47
Salas de jantar que se conectam com a de estar ou com a cozinha devem levar em conta a decoração dos ambientes como um todo
Salas de jantar que se conectam com a de estar ou com a cozinha devem levar em conta a decoração dos ambientes como um todo   Foto: Luciano Sessa/ Divulgação

Na hora de montar a sala de jantar, a iluminação ajuda a arrematar e integrar a decoração do ambiente. Justamente por isso, o modelo escolhido deve acompanhar o estilo usado no resto do cômodo.


Clique, assine A Tribuna por apenas R$ 1,90 e ganhe centenas de benefícios!


As arquitetas Eduarda Negretti e Nathalia Lena, do escritório Lene Arquitetos, dizem que o primeiro passo é definir se a luminária será um lustre ou pendente. Geralmente, o lustre tem mais a ver com uma sala de jantar ampla ou clássica, pois é uma peça maior, com vários braços (ramificações) e lâmpadas. De modo que pode servir como a iluminação principal do ambiente.


Em contrapartida, cômodos menores e espaços mais contemporâneos pedem um pendente.


Tamanho e formato
Uma tática para saber se o pendente tem tamanho adequado para a sua sala de jantar é considerar não só as proporções do ambiente, mas também as medidas da mesa. “A recomendação é optar por peça que tenha 1/3 do tamanho do tampo da mesa”, observa Nathalia Lena.


Com relação ao formato da luminária, a arquiteta explica: “Mesas retangulares ou ovais, por serem mais alongadas, se beneficiam de pendentes retilíneos ou, ainda, de uma composição feita com mais de um pendente, garantindo mais área iluminada”.


Material
O pendente proporciona uma luz focada, de destaque, o que contribui para sensação de maior conforto durante a refeição. Para não perder esse efeito, vale optar por um modelo de material que não permita a passagem de luz por todos os cantos, como o metal. Assim, a luz acaba ficando concentrada no tampo da mesa. Mas, se a ideia é uma iluminação mais difusa, com foco ampliado, aposte em pendentes de vidro ou tecido.


Disposição
E como não errar no posicionamento do pendente? Ele deve ficar centralizado com a mesa, principalmente se ela for redonda ou quadrada. “Mesas alongadas normalmente recebem mais de um pendente e, para instalá-los, baseie-se sempre pelo centro do tampo”, diz Eduarda Negretti, que indica deixar a luminária a 80 ou 90 cm da mesa.


Logo A Tribuna